Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

IMPORTÂNCIA DAS REVISÕES!

Olá, gente!
O post de hoje é sobre um tema muito importante para a sua rotina de estudos: AS REVISÕES.
Você costuma revisar os assuntos estudados?
Vamos conversar a respeito disso!

Gustavo, por que eu devo revisar?
Amigos, está comprovado que o nosso cérebro esquece as coisas... Empiricamente já nos demos conta disso, não é mesmo? Estudamos um assunto, entendemos bem e, numa prova, nos deparamos com aquela sensação de quem já estudou aquele assunto e não consegue “resgatar” as informações necessárias. Revisar evita isso.

Já li alguns artigos falando sobre o tempo em que o cérebro leva para esquecer os conteúdos estudados e a relação entre métodos mais eficazes e a necessidade de revisões. Não acredito nas equações matemáticas... até porque percebo que algumas pessoas têm uma capacidade maior de assimilar o conteúdo e não revisar do que outras. Mas a PRIMEIRA LIÇÃO PRA GENTE é de que É NECESSÁRIO REVISAR. Revisar não é perder tempo que poderia ser usado com novos assuntos, revisar é reforçar conteúdos aprendidos e não esquecer, mantendo-os frescos na memória.

Ok, com que frequência eu devo revisar?
Aqui entramos na seara do que eu falei antes... Eu, sinceramente não acredito em equações matemáticas de que você deve revisar de tanto em tanto tempo como uma regra simplesmente aplicável a todos. Imagino que a melhor pessoa para descobrir o seu tempo de revisão é você.
Duas regrinhas básicas: não adianta muito revisar com pouco tempo do assunto estudado, assim como não deve demorar muito para revisar. 15-20 dias me parecem razoáveis. E as revisões precisam ser frequentes. Talvez um exemplo ajude: Estudei hoje o assunto “inquérito policial”. Quando devo revisar? Eu revisaria, num primeiro momento, após 15-20 dias de ter estudado o tema, depois revisaria em espaços mais longos, mas sempre revisando temas já estudados. Ou seja, ir refrescando o assunto em intervalos relativamente maiores. SEGUNDA LIÇÃO: REVISAR SEMPRE.

Isso não vai eternizar minhas revisões? Não vai atrapalhar meus estudos?
Não, gente! Vocês precisam revisar com planejamento, organizando seu estudo de forma que revise os temas e estude novos assuntos, intercalando as revisões. Em dia(s) específico(s) na semana, um ou mais de um a depender da necessidade...Isso vai evitar que você acumule matérias, dificultando sua revisão da mesma forma que não vai atrapalhar seu estudo “regular”. TERCEIRA LIÇÃO: REVISAR REQUER PLANEJAMENTO.

Ok, Gustavo, e como revisar?
Existem muitas formas de revisar e você pode revisar usando uma ou algumas delas (a combinação de métodos) até achar a que você percebe mais eficaz.
Algumas pessoas revisam com exercícios. Exercícios são FUNDAMENTAIS, mas eu colocaria EXERCÍCIOS sempre dentro do estudo. Estudar um assunto e fazer muitas questões sobre ele é super importante. Se você quer usar esse método para revisar os temas, eu diria que acho melhor usá-lo para fixar: ler (seja doutrina, jurisprudência ou lei) e responder questões.
Outras pessoas revisam LENDO GRIFOS/MARCAÇÕES. Se você estuda grifando/passando marca-texto (não no livro todo, por favor), você pode revisar lendo as partes que grifou – supostamente as mais importantes. Os bons livros costumam explicar os assuntos bem detalhadamente, mas haverá uma parte conclusiva. Essa parte conclusiva, com a idéia central, você grifa/marca e vai ler na sua revisão - seu cérebro vai regatar aquilo que foi estudado anteriormente.
Outra possibilidade são as anotações. Há pessoas que adoram estudar anotando, resumindo. Eu, sinceramente, gosto! É aquele famoso caderno de aulas... você vai elaborando seu próprio material, seja resumindo o que leu no livro ou o que escutou na aula. Da mesma forma que você não grifa um livro inteiro, você não vai transcrever a aula toda, ok? Anotações, apenas!

Gustavo, então, qual a melhor forma?
Só você saberá a melhor. Há alguns artigos apontando esse ou aquele método como o mais eficaz. Como disse, eu não acredito muito nisso. Todas são boas e talvez haja mais outras opções igualmente válidas. Você precisa se adequar ao melhor método ou a combinação de mais de um método. A MELHOR FORMA você só saberá testando.

Então é isso! Gostaria que vocês compartilhassem conosco sobre esse assunto, suas experiências, se você revisa  e como você costuma revisar.

Bom feriadão a todos e não esqueça de deixar seu comentário.
Gus, em 29/04/2017.


9 comentários:

  1. Passei 1 ano estudando sem revisões periódicas, achava que estava "arrazando", ledo engano! Só tomei bomba nas provas. Então re-comecei os estudos agora com revisões periódicas, me sinto mais fortalecido, estou adorando.

    ResponderExcluir
  2. Passei 1 ano estudando sem revisões periódicas, achava que estava "arrazando", ledo engano! Só tomei bomba nas provas. Então re-comecei os estudos agora com revisões periódicas, me sinto mais fortalecido, estou adorando.

    ResponderExcluir
  3. Também não acredito que um ou outro método não seja eficaz ou que seja mais eficaz que outro.

    Devemos respeitar a individualidade das pessoas.

    Sempre ouvi que haviam estudos apontando que grifar não é bom. Mas pra mim é o que mais funciona, pois mantém minha atenção na hora do estudo, pois procuro grifar somente o essencial, e depois reviso somente os grifos.

    Pra organizar as revisões utilizo um app de celular chamado "partiu revisar". Somente cadastro nesse app as os assuntos que já esgostei.

    Ta funcionando mto bem pra mim.

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Ótima postagem...Revisar é muitooo importante!!Ausência de revisão já me custou ficar várias vezes por "uma questão"...
    Só discordo um pouco em relação a alguns pontos. De fato, acho que existem variações entre uma pessoa e outra, mas acho que revisar com uma frequencia mais proxima do que foi estudado é mais eficiente pra maioria das pessoas. Por exemplo: 48 horas - 1 semana - 1 mês - 6 meses. Li vários artigos recomendando dessa forma e achei bastante produtivo na prática, e colegas que têm feito dessa forma também relatam ter sentido diferença na fixação.

    ResponderExcluir
  5. Sempre ótimas dicas. Começarei meus ciclos de revisões pois não quero esquecer o que já estudei. Paralelamente irei avançar no conteúdo pendente. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Com o tempo percebi que meu maior erro era não fazer revisões periódicas... Sabe o que é chegar em uma prova e se dar conta de que estudou praticamente 95% do conteúdo da prova, mas não lembra direito dos detalhes importantes... A partir daí estou dando ênfase para as revisões, com um cronograma de estudos no qual, qdo estudo uma matéria, faço a revisão programada de toda ela, marcando nos livros os assuntos mais importantes e tbm fazendo anotações (resumos) nas margens...

    ResponderExcluir
  7. Acho super importante revisar os assuntos, mas prefiro revisar lendo as partes importantes que eu grifei do livro. Mesmo achando q fazer resumos ajuda a fixar mais a matéria, dá a impressão q nós perdemos muito tempo escrevendo.

    ResponderExcluir
  8. Eu utilizo uma técnica legal. Gosto de estudar lendo PDF. Utilizo o leitor de PDF Adobe Reader, seleciono o marcador de texto digital e vou grifando não só as palavras chaves (porque depois não dá pra entender o fio da meada), grifo as principais linhas dá leitura (que introduzem e que concluem). Fazendo assim, um PDF com 30 páginas de assunto corrido, se lido somente nas partes marcadas, você gasta somente tempo de leitura de aproximadamente 10 páginas, isto é, você lê todo o conteúdo com o tempo de resumo. Eu desenvolvi essa técnica e para mim não há melhor.

    DETALHE: Sempre leio no Notebook, isso me permite deixar a claridade dá tela no mais baixo para não forçar a vista. Dá impressão que estou lendo um livro físico.

    ResponderExcluir
  9. antes eu "avançava" 50/60 páginas por dia e revisava quase nada. Hoje, com o método de perguntas e respostas, transformo o conteúdo estudado em perguntas que são transcritas para um "caderno de perguntas" e reviso entre 100/150 páginas por dia. Avanço apenas 20 páginas/dia, mas certamente o que eu aprendi eu apreendi. Vou passar entre os primeiros...tenham certeza disso.

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!