Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

ESTUDANDO PARA A AGU/DPU, ESTOU MUITO LONGE DE SER APROVADO NO MPF/MAGISTRATURA FEDERAL?

Olá meus amigos, bom dia de feriado de carnaval. 

Eduardo quem escreve.

Hoje vou tratar de um tema muito pedido por vocês: Quem estuda para a AGU/DPU, está muito longe de passar no MPF/MAGISTRATURA FEDERAL?

Inicialmente, tenho a esclarecer que os focos dos concursos são relativamente diferentes, de forma que para passar no MPF você precisará saber muito de internacional e direitos humanos, penal e processo penal, por exemplo, já para passar na AGU tais matérias são bem mais fáceis. Do mesmo modo na DPU, que vai te exigir trabalho, processo do trabalho, militar, o que é dispensado no MPF. 

Entretanto, as bases dos estudos para as 4 carreiras é absolutamente a MESMA, de forma que as matérias comuns, via de regra, são idênticas. 

Assim, estudando para a AGU/DPU você também está estudando para o MPF/Magistratura Federal, estando a alguns passos (digamos algumas matérias) desses concursos. 

Vou contar a vocês como eu fiz. 

Todos sabem que sempre estudei para a AGU (desde o 3 ano da faculdade), de forma que fui aprovado no final do 5 ano da faculdade. Nessa fase já tinha estudado todas as matérias da AGU. 

Feito isso, me dediquei 6 meses as matérias do MPF, e obtive a aprovação na primeira fase do concurso. Estudei mais 6 meses as matérias do MPF, e fui aprovado no concurso ainda em 2013/2014, ou seja, bem pouco tempo depois de passar na AGU. 

Para o MPF eu tive que desenvolver uma estratégia, que foi CONFIAR NO QUE EU JÁ TINHA ESTUDADO PARA A AGU, NÃO ESTUDANDO MAIS NADA DESSAS MATÉRIAS. 

Feito isso, me dediquei apenas as matérias específicas do MPF: Metodologia Jurídica, Direito Eleitoral, Direitos Humanos, Direito Internacional, Direito Penal e Direito Processual Penal (essas duas últimas eu já sabia um pouco, de forma que também deixei mais ou menos de lado). 

Em síntese: passando na AGU, você está preparado para o MPF/Magis Federal ou na pior das hipóteses está a 1 ano desses cargos. 

Quando falamos do MPF, vimos algumas diferenças substanciais, mas a afinidade com a magistratura federal ainda é maior, pois esse concurso não possui muitas especificidades em relação a AGU (em termos de matérias a serem estudadas). 

Vejam a lista de aprovados: no meu concurso do MPF mais de 20 pessoas eram provenientes da AGU. Nas listas da Magistratura Federal pelo menos 30% são de ex-membros da AGU/PFN/PGF/BACEN.

Mas Eduardo, na Faculdade você me recomenda estudar para a AGU/DPU/MAGIS FEDERAL OU MPF? R= Te recomendo 1000 vezes estudar para a AGU. Fundamento: é a única que você conseguirá tomar posse com menos de 03 anos de graduado. Se seu sonho não é AGU, ao menos faça a AGU como carreira meio para essas últimas. 

Lembrem-se: no MPF e MAGIS FEDERAL - 03 ANOS NA INSCRIÇÃO DEFINITIVA. NA DPU, 3 ANOS NA POSSE. 

Do que adianta passar e continuar desempregado enquanto aguarda os 3 anos (DPU), ou do que adianta ser aprovado na discursiva e não poder fazer a oral (MPF/MAGIS FEDERAL)? 

Além disso na MF passam de 20 a 100 pessoas (100 no máximo do máximo do máximo - TRF1); MPF passam 60/70; DPU passam 60/100. AGU passam mais de 300 para AU, mais de 500 para PGF, mais de 300 para Procurador da Fazenda; 

Assim, as provas da AGU são mais fáceis, pelo fato de passarem mais pessoas (no conteúdo não vejo muita diferença). 

Faculdade é AGU meus amigos, entendam isso. Foi o que eu fiz, e o que julgo ser a melhor estratégia.  

Bons estudos a todos. 

Eduardo, em 28/02/2017


14 comentários:

  1. Eduardo, acha que estudando pra PGE desde o 4o ano de faculdade, tendo em vista que não exige anos de prática jurídica em alguns Estados, é uma boa estratégia? Seria um bom direcionamento para um futuro concurso de AGU?

    ResponderExcluir
  2. Demais Eduardo! Excelente! Agora, fica a pergunta. E ao contrário? Me formei agora e quero Magistratura Federal.
    Penso em fazer os concursos da AGU (em especial PFN), mas focado no edital do TRF! Será que funciona? hehehe
    Abração e mais uma vez obrigado pelos teus artigos, estão ajudando muito!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto, Eduardo. No meu caso, AGU é mesmo a meta final, mas acho que essa é a maior dúvida do pessoal que estuda para MPF/Magistratura.
    Obrigada a toda a equipe do site que continua conosco mesmo no feriado de Carnaval! Faz ver que não estamos sozinhos em nossa luta...

    ResponderExcluir
  4. Ótimo artigo, Eduardo!

    Concordo. Sigo essa estratégia, inclusive.

    ResponderExcluir
  5. NA FACULDADE EXISTE MELHOR OPÇÃO ESTRATÉGICA ENTRE CONCURSO ESTADUAL (MP,MAGISTRATURA OU DEFENSORIA) OU FEDERAL (AGU e PFN)? COM BASE NO SEU TEXTO. OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  6. Sabes me dizer quando terá AGU novamente ?

    ResponderExcluir
  7. Eduardo, quando vc diz que deixou de lado as matérias que ja tinha estudado para a AGU, vc as revisava ou não? Se sim, de que forma e frequencia? Abraços

    ResponderExcluir
  8. Excelente esclarecimento , Eduardo.

    Confesso que nunca me passou pela cabeça estudar para AGU , mas sempre pensei em MPF. Ainda estou engatinhando nos concursos , mas estou com uma base boa para Analista de Tribunais,tudo para conseguir a tão famigerada atividade jurídica. Encontro-me no 8º período. Agora , solicito uma orientação: Acha que devo continuar no foco para Analista de Tribunais ou já iniciar minha preparação para AGU?!

    Att

    Maira Cristiane

    ResponderExcluir
  9. Edu,boa noite. Existe alguma diferença nos estudos para as carreiras da AGU?

    ResponderExcluir
  10. Eduardo sempre preciso e direto! Adorando todas as dicas!

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!