Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO PARA DICAS, SORTEIOS, LIVES, NOTÍCIAS E MUITO MAIS

MARATONA DE PROVAS DE MINISTÉRIO PÚBLICO


Olá, pessoal!
Conferindo nossa agenda do futuro promotor de justiça, verifica-se a proximidade de quatro grandes provas. Vejam:
Certamente, muitos candidatos farão duas ou mais destas provas de MPE. Isso sem contar aqueles que conciliam com a preparação para a magistratura (TJRS – preambular no dia 29/04/2018; TJCE – preambular no dia 06/05/2018). Por isso, este momento é bastante importante para todos que aspiram a estes cargos.
O primeiro ponto que quero registrar é que PROVAS são OPORTUNIDADES. Se a sua preparação é séria, focada e contínua, o dia da prova é tão somente o dia de executar a tarefa para a qual tem se preparado. Por isso, não há de ser uma tarefa penosa.
Os esportistas treinam para o dia da competição. Nós estudamos para o dia da prova. A diferença é que a “vitória”, para eles, é o objetivo atingido e encerrado. Já para nós, é apenas o marco para o início de uma atividade que almejamos executar na sociedade.
Feita essa distinção, a analogia é perfeita. Um bom esportista treina sério, explora seus talentos e se submete a uma competição. Um bom concurseiro se prepara com seriedade, adapta-se a sua realidade e se submete a um concurso.
Por isso, trate esse momento com seriedade, mas com a devida naturalidade!
Não obstante, a trajetória da maioria dos esportistas não é forjada apenas com vitórias. Pelo contrário. Bons esportistas também perdem. E, obviamente, nós, concurseiros, também falhamos (até porque muitos outros também estão “treinando” e “competindo” com qualidade...).
Assim, precisamos saber agir também nas derrotas. Neste ponto, passada a prova, o desempenho precisa ser verificado com frieza. O que faltou, o que pode ser melhorado, o que já está consolidado etc. Se possível, submeta essa análise a alguém com experiência no tema. No entanto, uma boa autocrítica também é suficiente.
Mas tenham esse cuidado: EM MEIO A UMA MARATONA DE PROVAS, tal como essa que se avizinha, NÃO HÁ TEMPO PARA UMA ANÁLISE PORMENORIZADA DOS DESEMPENHOS. Por isso, deve-se manter a estratégia intacta, ainda que o olhonavaga esteja indicando que você se deu mal.
Acreditem no planejamento traçado. Não abandonem as escolhas que estabeleceram. Deixem a análise fria para depois. Mantenham a calma neste momento interprovas.
Por mais que estas linhas pareçam singelas e óbvias, noto que muitos alunos sofrem demais com essas duas necessidades: a TRANQUILIDADE no dia da prova e a FRIEZA na análise dos resultados.
Feitas essas considerações, desejo uma boa maratona de provas para todos!
Agora, a palavra de ordem é TRANQUILIDADE!
Um grande abraço.
Júlio Miranda, em 13/04/2018.
No Instagram: @juliocomiranda 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO