Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

OS PILARES DA APROVAÇÃO EM CONCURSOS DA ÁREA JURÍDICA

Olá meus caros, bom dia! 

Hoje vou falar de um tema que desenvolvi no MANUAL DO CONCURSEIRO, disponível para download aqui.

Pois bem, uma vez um amigo me disse: Eduardo para passar em concurso não existe segredo, você tem que estudar doutrina (D), lei (L) e jurisprudência (J).

Isso é o que todo mundo sabe, que você precisa estudar doutrina, lei e jurisprudência. 

A doutrina te dará o conhecimento teórico necessário a aprovação. Você poderá a substituir por PDFs de cursinhos ou video aulas, a depender do concurso desejado e da importância da disciplina para esse concurso. É o grande diferencial para segunda fase e provas orais. 

A lei seca te dará a memorização necessária para responder mais de 50% das questões objetivas. É o grande diferencial para primeira fase. 
A jurisprudência, por sua vez, é de incidência elevada em primeira e segunda fase, e é sua cereja do bolo. O diferencial em relação a quem estuda lei e doutrina, mas esquece de ler os principais julgados dos tribunais. Cai em todas as fases. 

Ocorre que "só" isso não basta. Não basta mesmo. 

Tenho amigos que sabiam mais doutrina e lei do que eu, mas ficaram muito longe de mim nos concursos, alguns ainda nem passaram. 

Assim, inclui mais um pilar para a aprovação: você tem que treinar questões de provas passadas (Q). Treinando questões você pega a malícia da prova, o jeito da banca. Você se torna um concurseiro que não cai em pegadinhas, que localiza os erros mesmo não sabendo bem a questão. Acerta questões com técnica, mesmo sem saber o conteúdo integral. Dica: questões todos os dias, uma prova integral por mês

E ainda não basta, pois de nada adianta você estudar todo o conteúdo, se você não o revisa. Tem que revisar, e esse é  quinto pilar da aprovação. Amigos, memória boa é privilégio de pouquíssimos, então a gente esquece mesmo. Para ficar bom em uma matéria, você vai ter que estudar e revisar o conteúdo pelo menos umas três vezes. Antes disso não vai. Revisem o conteúdo até serem aprovados. O estudo e as revisões só acabam quando seu nome estiver no diário oficial. 

Por fim, e o mais difícil é o sexto pilar: disciplina e dar tempo ao tempo (T). Entendam, em definitivo, passar em concurso de alto nível é um projeto de médio a longo prazo. Não é projeto para um ano, é projeto para 03 ou 04 anos. Ninguém se torna juiz ou promotor com 06 meses de estudos. A aprovação é construída com anos de estudos e renúncias. 

Não precisa trabalhar com 10 anos, mas trabalhe com 03. Assuma o compromisso com você mesmo de estar aprovado em 03 anos, e isso é sim possível. Até 05 anos de estudos e ser aprovado é normal, após 05 anos e ainda sem resultados peça ajuda a quem já está aprovado. Faça um diagnóstico com um profissional de sucesso. As vezes você está fazendo uma coisinha errada que, se corrigida, te levará ao sucesso. 

Certo meus caros? 

O que acharam os pilares propostos por nós? 

Eduardo, em 14/12/2019
No instagram @eduardorgoncalves
Nossos links - clique e acesse

2 comentários:

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!