Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

OPORTUNIDADE ÚNICA - WORKSHOP EM CURITIBA - PASSO A PASSO PARA A APROVAÇÃO NO MPE

CURSO PRESENCIAL (WORKSHOP) - PASSO A PASSO DA APROVAÇÃO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Olá meus amigos,  Faremos um WORKSHOP  em CURITIBA , dia 25/01/2020 , com o tema PASSO A PASSO para a aprovação em concursos do MINIST...

POR QUE NÃO ESTUDAR PARA CONCURSO?

Olá amigos, bom diaaaa! 


Hoje vou dizer a vocês o porquê não estudar para concursos da área jurídica

Enfim, são algumas limitações que podem influir na escolha de quem está se decidindo por cocnurso x advocacia (iniciativa privada). 

O primeiro ponto negativo, LIMITAÇÃO GEOGRÁFICA, ou seja, você, no geral, não escolhe onde vai trabalhar ou onde vai morar. Além disso, você mudará com frequência até chegar a uma cidade que bem atende seus interesses. Tenho 06 anos de concurso e estou na quarta cidade (e longe do meu Estado, que é o Paraná). O pior é a expectativa "um dia eu vou chegar na cidade tal". 

O segundo ponto negativo, o concursado NÃO SERÁ RICO como se pudesse empreender. 

O concursado vende sua hora de trabalho para o Estado, que paga bem, mas muito menos do que você tem chances de conquistar na iniciativa privada. Concursado rico é o concursado casado com outro concursado (fica a dica para os solteiros rsrsrs). 

O terceiro ponto negativo, VOCÊ TERÁ UMA ROTINA PESADA DE TRABALHO
Não é você quem faz sua pauta no cargo, mas sim o Estado. Você tem que estar no fórum necessariamente no horário de expediente. Tem que estar no fórum na hora marcada para a audiência ou para atender ao público. Ou seja, você não pode, via de regra, dizer: hoje não quero trabalhar, vou ficar em casa descansando. 

O quarto ponto negativo: É PRESSÃO DE TODO LADO, especialmente se você é juiz ou promotor. Todo mundo vai te cobrar, te criticar e te submeter a controles, como CNJ e CNMP. Usam representações como pressão para o seu trabalho.

O quinto ponto negativo, VIA DE REGRA VOCÊ NÃO TEM AUTONOMIA PLENA estando subordinado hierarquicamente a alguém. Poucos são os concursados que são chefes (como juizes, promotores e defensores - somente essas 3 carreiras não se submetem a subordinação alguma). Inclusive delegados e AGU possuem chefias imediatas, que possuem as suas chefias e assim por diante. 

O sexto ponto negativo é o CAMINHO até o cargo, que é muito difícil, porém é justo. Passam os mais bem preparados e isso gera igualdade. Mas não é fácil e demanda sacrifícios. 

Certo gente? 

Mais algum ponto negativo. O que vocês acham? 

Eduardo, em 12/10/2019
No instagram @eduardorgoncalves




8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite thamires! Lendo o texto me identifiquei com você, mas, contudo, fiz o caminho inverso: casei, sou mãe de duas crianças, pedi exoneração do meu cargo de assessora de magistrado e há 1 ano e meio estudo com fidelidade para magistratura. Não é fácil mas um dia conseguiremos nosso objetivo! Boa sorte para nós! Lembre-se tudo tem seu tempo

      Excluir
    2. Excelente depoimento, Thamires. Em um tempo em que as pessoas desprezam trabalhos inigualáveis, como ser mãe, você pensa e planeja, apesar das dificuldades.

      Estou no torcida por você. Espero que dê certo em breve sua conquista no cargo público e que seu filho (a) venha com muita saúde.

      Excluir
    3. Oi Carla! Ual...imagino mesmo que deva estar sendo bem difícil, mas espero que essa dificuldade funcione como um gatilho e força para você alcançar a Magis. Vai dar certo! Obrigada pelas palavras :-)
      Vamos em frente. Bjs

      Excluir
    4. Obrigada, Bruno!
      Fico grata pelas palavras e torcida. Caso eu não consiga engravidar, eu vou opto pela adoção, com certeza!
      Vou torcer pelo seu sucesso também! Abs

      Excluir
  2. Nossa! Thamires eu passo pelo menos problema que em janeiro faço 33anos e começa a bater aquele desespero sabe? Ser mulher e estudante é muito complicado. Fiz uma graduação que não me identifiquei. Hoje estou concluindo direito e tentando concursos. As vezes acho que não vou conseguir bate aquela dor no peito ... espero um dia contar meu testemunho de vitória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pitanga...te entendo perfeitamente. Mas o medo é bom, pois se torna a inquietação que vai nos ajudar a superar essas barreiras e alcançarmos nossos sonhos!

      Tenho certeza que vamos conseguir e agradecer ao Edu, que foi essencial para mim nestes tempos de angústia! Força para nós. Bjs

      Excluir
  3. Nossa, Thamires sua história é bem parecida com a minha. Em janeiro completo 33 anos. Fiz uma graduação e não me identifiquei lecionei por 5 anos quando resolvi parar e me dedicar pra concursos públicos. Atualmente estou concluindo o curso de direito. Mas vez ou outra bate aquela ansiedade o medo de não conseguir passar em um concurso. Quero ser mãe mas cada dia que passar tenho menos tempo. Isso as vezes me deixa triste. Tenho fé que um dia eu consiga e possa dar meu testemunho de vitória. Desejo o mesmo a você. E obrigada @eduardo pelos textos são motivadores e ajudam bastante. 😘

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!