Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO PARA DICAS, SORTEIOS, LIVES, NOTÍCIAS E MUITO MAIS

QUAL O MELHOR CURSINHO INTENSIVO NA SUA OPINIÃO E POR QUÊ?

Olá meus amigos, 

Criei essa postagem para o fim de ajudar a vocês, ou seja, quero ouvir a todos sobre o seguinte tema: QUAL O MELHOR CURSINHO INTENSIVO NA SUA OPINIÃO E POR QUÊ?

Já escrevi sobre o tema, AQUI, mas hoje quero ouvir os relatos de vocês sobre os seguintes cursos especialmente: LFG, DAMÁSIO, CERS, G7 e ÊNFASE

Contem sobre o que mais gostaram desses cursos e o que menos gostaram. 

Aguardo a participação de vocês nos comentários (pode ser anônimo se quiserem). 

Eduardo, em 10/08/2018
No instagram @eduardorgoncalves



33 comentários:

  1. Cursei o Ênfase para Magistratura Federal e MPF, achei muito completo e com professores bem qualificados. Os materiais em PDF das aulas são literalmente as transcrições das falas dos professores, incluindo jurisprudência e letra de lei. Não deixou a desejar.

    ResponderExcluir
  2. Para carreiras federais, acredito que o Ênfase seja o melhor. No que tange as demais carreiras, o G7 possui uma plataforma muito boa com grandes doutrinadores.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde! Faltou o Alcance! Para carreiras jurídicas estaduais acredito que o melhor seja o LFG, seguido pelo CERS.
    Para carreiras federais acho que é o Ênfase!
    Agora, para o MPF o melhor disparado é o Alcance!
    Minha humilde opinião!

    ResponderExcluir
  4. Já fiz CERS e Ênfase. O G7 só as atualizações semestrais. Acho que depende um pouco da carreira. Mesmo sendo intensivo, a abordagem é um pouco diferente porque os professores são de áreas diversas. Não posso negar que o G7 tem professores mais conhecidos, ou melhor, professores que possuem bibliografia mais próxima de quem estuda para concurso. Outra coisa: o G7, pelo que percebi, é mais barato e a qualidade do áudio e vídeo é melhor.

    ResponderExcluir
  5. Eu conheço o Ênfase, CERS e Damásio.

    Eu prefiro o Ênfase para as carreiras federais, na minha opinião, o Damásio é um curso preparatório que outrora foi ótimo, atualmente eu o considero já ultrapassado por outros cursos G7, Enfase ou até mesmo CERS.

    ResponderExcluir
  6. Ênfase e G7 são cursos bem atualizados, com uma boa plataforma, e corpo docente excelente.

    Atualmente, Damásio está ultrapassado, pela plataforma e pelas aulas, recomendaria apenas para OAB.

    ResponderExcluir
  7. O melhor de todos: CERS.

    Já assisti aulas gratuitas de todos, mas o CERS ganha o primeiro lugar.

    É caro, mas compensa pelo número de aulas (mais de 500 horas de aula).
    Os professores são DIDÁTICOS.
    Para quem não estudou na faculdade, eles DESENHAM as matérias para você.
    Então o caderno fica completo.

    G7 é ótimo, mas MUITO CARO (concurseiro não pode pagar por curso de grife).

    Ênfase é o melhor para carreiras federais e eu estudo para carreiras estaduais (DPE e MPE). Então o foco do ênfase é diferente.

    LFG e Damásio são bons, mas nada supera o CERS.

    Abraços.

    Renata.


    ResponderExcluir
  8. Para magistratura federal: Ênfase.

    ResponderExcluir
  9. Já comprei um para técnico e analista de Trt (curso ênfase). As vídeo aulas são muito boas (duração de 30min cada) e abordam de fato o que as questões/provas cobram. Ainda tem os resumos que você pode baixar. Um ponto não tão bom é porque o curso expira em 14meses e daí não tem mais acesso aos vídeos. Me deram aadica de estudar para concursos "de nível mais alto" logo, entao estou pensando em comprar outro do enfase, agora para carreiras federais (AGU, DPU E DPF), se alguém tiver uma sugestão, orientaçao e quiser compartilhar... Aceito ajudinha dos migos.
    Carol

    ResponderExcluir
  10. Damásio e Enfase melhores e mais completos.
    Alcance é bom também,mas sua proposta é aprimorar temas, para concurso do mpf.

    ResponderExcluir
  11. Eu fiz o curso Federal AGU turma de janeiro de 2017 do Ênfase e seguem minhas considerações:

    1) Algumas disciplinas possuem professores muito bem qualificados e com boa didática, mas em outras o professor é um recém aprovado que não tem toda aquela experiência em dar aula.

    2) Um ponto muito positivo é que eles disponibilizam transcrições em PDF das aulas (feitas por "monitores" da disciplina). Mas não dispensa assistir as aulas pois algumas vezes existem erros na transcrição.

    3) A organização e cumprimento do planejamento do curso é nota ZERO. O curso já era pra ter todas as aulas disponibilizadas desde novembro/dezembro do ano passado e até hoje (!) ainda não estão. Inclusive as aulas de Processo do Trabalho só começaram a ser disponibilizados agora na metade de 2018, ou seja, 1 ano e meio depois do início do curso.

    4) Os "bônus" prometidos na página do curso (simulados, guia de estudos, correção de questões objetivas todo mês, etc) são só para fazer propaganda mesmo, pois não cumprem no tempo certo e quando cumprem é muito mal feito, só pra dizer que cumpriram.

    3) Professores vivem se desvinculando do curso, resultando em pausas de meses sem aula em determinado matéria, sendo que algumas vezes não conseguem arrumar outro professor de igual qualidade e acabam colocando um professor improvisado ou algum recém aprovado para dar aula.

    Resultado: se pudesse voltar no tempo não teria adquirido o curso e teria optado pelo CERS ou G7.

    ResponderExcluir
  12. O ênfase é muito bom! Professores, em sua maioria, excelentes e material de grande valia. Porém, são muitas aulas e o aluno fica limitado a assisti-las quase todo o tempo, não sendo possível, muitas vezes, estudar paralelamente por doutrina, questões e lei seca. Falo por que, que trabalho e estudo.

    ResponderExcluir
  13. Fui aluno do LFG(carreiras jurídicas) e do Ênfase (regular magistratura federal) . Não que o Ênfase seja ruim, mas o LFG é muito melhor. No LFG o professor está acessível para responder os questionamentos (por exemplo, Pablo Stolze passa o WhatsApp, Natália Masson, idem). No ênfase, a central de dúvidas demora a responder e as respostas são dadas por monitores, e não pelos próprios professores. No Ênfase há professores que leem slides durante toda a aula, o que torna massante o ensino. O ponto positivo do ênfase é o resumo de aula e a possibilidade de ganhar gratuitamente a preparação para a segunda etapa e oral, caso o aluno matriculado no regular seja aprovado no concurso almejado.

    ResponderExcluir
  14. Na minha opinião os melhores cursos são aqueles que deixam um material seguro e completo para futuras revisões. Para isso, o críterio que adotei foi o seguinte: 1. organização do conteúdo aplicado (sistematização); 2. didática do professor; e 3. completude do material.
    Assim, cheguei a seguinte conclusão:

    Em relação ao G7 jurídico, apenas alguns professores atendem todos os requisitos acima, são eles: Renato Brasileiro, Marcelo Novelino e Alexandre Gialluca.

    Quanto ao Cers, sem dúvidas as aulas dos professores Rogério Sanches e Cristiano Chaves são sensasionais, o caderno fica completinho.

    No que diz respeito ao LFG, perdeu o posto de mais forte no mercado, gosto somente das aulas dos professores Freddie Didier Jr e Fernanda Marinela.

    Colocando na balança atualmente acredito que o melhor de todos seja o G7 jurídico. Bons estudos guerreiros!

    ResponderExcluir
  15. Fiz carreiras jurídicas LFG em 2014, achei ótimo, te dá uma boa base, vc consegue fazer um caderno excelente. Em 2015, fiz o carreiras complementares (salvo engano é esse o nome), curso com matérias específicas como direito ambiental, financeiro, econômico. Gostei muito também.
    Ano passado, antes da prova do MP/SP fiz o g7/7, também gostei, até porque a maioria dos professores são ex professores do LFG.
    O primeiro curso que fiz (carreiras jurídicas) foi telepresencial, achei muito interessante você estar em contato com pessoas que anseiam a mesma coisa, eu pelo menos, me excluo muito para ficar "apenas" estudando, então achei interessante esse contato.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia. Bem, atualmente faço Ênfase e gosto muito. Não conheço detidamente os outros cursos citados.

    O que chamou minha atenção para o Ênfase foi o formato das aulas, com os resumos e tudo mais, não se olvidando da qualidade da maioria dos professores.

    ResponderExcluir
  17. Tácito Costa Coaracy Filho13 de agosto de 2018 07:58

    Bom dia, Eduardo e demais colaboradores do site,
    Quando eu estava no 6º período da faculdade, fiz o curso carreiras jurídicas do LFG de finais de semana (na época, era bem mais recomendado do que hoje). O referido curso durou um ano e meio, portanto, enquanto eu cursava o 6º, 7º e 8º períodos da faculdade. As aulas eram todos os sábados durante o dia inteiro (8h - 12h30; 14h - 18h30). À época, gostei bastante do curso, embora um ponto negativo tenha sido a abordagem superficial de alguns temas e a não abordagem de outros tantos. Todavia, atribuí isso ao fato de que o curso era de finais de semana, logo, com menor carga horária. Posso dizer que os temas abordados na maioria das matérias foram satisfatórios (exceto direito administrativo e direito tributário) e que foi determinante para a minha aprovação no concurso do Tribunal de Justiça do Piauí (o meu estado) para os cargos de Analista Judicial (2º lugar) e Escrivão Judicial (não lembro a posição, mas foi dentro das vagas). Eu percebi que o curso foi determinante pois o concurso foi em dezembro de 2015, quando eu estava concluindo o 8º período e, também, o curso carreiras jurídicas, assim, os assuntos estavam bem frescos na mente. Em resumo, matérias que gostei muito no LFG: processo civil, penal e constitucional. Matérias que foram razoáveis para boas: civil, processo penal e empresarial. Matérias realmente ruins: administrativo e tributário. Quanto à parte administrativa, considerei um curso desorganizado em comparação com os demais que citarei à frente. Isso porque já aconteceu, pasmem, de colocarem aulas repetidas na transmissão, dentre outras aberrações. Além disso, algumas aulas de baixíssima qualidade já fizeram com que eu passasse sábados SOZINHO na sala de aula (só eu e a televisão).
    Em razão disso, senti a necessidade de fazer o curso CERS especificamente para direito administrativo (Matheus Carvalho). Foi um módulo excepcional, que me preparou bastante nessa matéria até então deficiente.
    Por fim, quando eu estava no 10º período (2016.2), iniciei o curso ênfase para Juiz Federal e Procurador da República e posso dizer, sem dúvidas: FOI O MELHOR CURSO QUE JÁ FIZ. Extremamente organizado, materiais MUITO completos, nível altíssimo de profundidade de conteúdo, professores que muitas vezes eu não conhecia, mas que eram EXCEPCIONAIS. Para falar a verdade, não lembro de um professor que tenha sido mediano ou ruim. OBS: quando houve muita reclamação acerca de um professor, o curso gravou novas aulas acerca do mesmo tema com outro professor, assim, o aluno poderia optar por assistir as aulas de qualquer deles ou, até mesmo, dos dois. O curso ênfase é muito organizado, disponibiliza materiais COMPLETOS das aulas (o aluno, se quiser, não precisa fazer anotações, basta acompanhar com o material). E o principal fator positivo do curso ênfase é a qualidade das aulas: ótimos professores e abordagem de QUASE todos os temas em PROFUNDIDADE MÁXIMA. Esse curso foi determinante na minha formação jurídica, me dando mais profundidade e mais conhecimento acerca de temas não tão badalados. Isso quase me rendeu uma aprovação na 1ª fase do MPF (prova em 12 de março de 2017, quando eu estava com 1 mês de formado), fiquei por uma questão no grupo 3.

    É isso, meus amigos, espero que eu tenha contribuído de alguma forma para a pesquisa.

    ResponderExcluir
  18. Gosto muito do Ênfase para juiz federal/MPF. Algumas matérias, porém, deixaram um pouco a desejar. É o caso de direito econômico, direito constitucional (que está beeem fraco e é uma matéria imprescindível), metodologia jurídica e processo civil nas aulas que não são com o Lordelo.

    ResponderExcluir
  19. Eu fiz o CERS para OAB segunda fase, na área de Direito do Trabalho, fiz 92 pontos. A professora Arynna Linhares entra na nossa mente.
    Mas, não sei os outros cursos, agora estou fazendo Estratégia, PDFs, mas gosto mais de aulas. Pensei em fazer Enfâse, mas não sei se é bom.

    ResponderExcluir
  20. Até o momento, só tive contato apenas com dois cursos, quais sejam, G7 e CERS, então só posso falar sobre estes dois. Sendo assim, posso afirmar que o G7 é o melhor dos que eu já tive a oportunidade de estudar, tanto por causa do corpo docente, quanto pela qualidade do material em PDF, que é completo e sucinto, trazendo o aprofundamento necessário para eventuais revisões de véspera, por exemplo.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu já fiz CERS e Ênfase. Gostei mais do Ênfase em razão do maior foco na área federal e dos resumos de aula, embora o CERS também tenha professores de excelente qualidade.

    ResponderExcluir
  22. Fiz um curso de analista parar TRT na LFG achei muito superficial. Damásio fiz para segunda fase da OAB foi essencial na minha aprovação. Cers é bom. G7 tenho curiosidade de saber tbem como é. Ênfase já vi algumas aulas gratuitas, parece bom.

    ResponderExcluir
  23. Gostei bastante do Damásio.

    No curso tem professores excelentes, como o professor Marcus Vinicius Rios Gonçalves (D. Processual Civil) e também seu irmão Victor Rios Gonçalves (D. Penal).

    É claro que também há professores que não me agradaram tanto, mas de modo geral fiquei satisfeito.

    Ademais, tive a oportunidade de assistir as aulas presencialmente, o que para mim com certeza foi a melhor escolha.

    Obrigado por nos permitir acesso a diversos conteúdos de qualidade por meio deste site, Eduardo.

    Tornou-se um hábito produtivo passar por aqui antes de iniciar os estudos.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  24. Fiz o G7 e Damásio, pra mim foram os melhores, claro que tem professores que se sobrepõe a outros (Ex. Novelino, Renato Brasileiro, Guilherme Madeira, Caio Bartine, Roberto Baldacci, Marcelo Iacomini...são ótimos). LFG já foi muito bom (quem não lembra daqueles cadernos perfeitos que se fazia do curso), porém, muitos professores bons sairam . Vorne (antigo coaching pge) tem um planejamento de estudo muito bacana e bons profissionais, mas o valor é elevado demais para o que oferecem, passaram o senso total.

    ResponderExcluir
  25. Penso que o melhor seja o G7 que possui aulas divididas em 5 blocos de aproximadamente 30 minutos. Com isso a sensação de cansaço demora a aparecer pelo fato de a aula parecer curta.
    Isso facilita a apreensão do conteúdo.

    ResponderExcluir
  26. Pra qm estuda para carreiras federais, o Ênfase Magis Federal e MPF é maravilhoso, mas a gente tem que se virar nos 30 pra dar conta de assistir todas as aulas dentro do prazo de acesso. Como dito aí em cima, para quem não tem o dia todo disponível, raramente sobra tempo para doutrina, lei seca e jurisprudência. Pra assistir 3h ou 4h de aulas (por dia), eu demorava umas 6h ou mais, em razão de várias pausas para fazer anotações, consultas e etc. Por mais que as transcrições sejam ótimas, algumas deixam passar comentários e exemplos importantes dos professores. Outro ponto, digamos, negativo, é que quem faz esse curso especificamente visando ao concurso do MPF, fica um pouco frustrado pq é mais voltado para a Magistratura Federal mesmo, não tendo a devida profundidade em certas matérias, como Internacional, Constitucional (a abordagem dessa matéria no MPF não é nada convencional) e algumas outras matérias. Vale a pena se a pessoa tiver bastante tempo, além do dedicado às aulas, para direcionar os estudos para o MPF por conta própria.

    ResponderExcluir
  27. Estudo pelo Curso Ênfase para Magistratura/MPF. Confesso que fiquei inclinada a adquirir outro curso (em razão do valor que é alto), mas o fato de encaminharem transcrições das aulas foi o que me fez escolhê-los, pois eu prefiro muito mais ler as aulas do que assisti-las. No início desconfiei se as transcrições eram completas mesmo hahaha, mas já conferi tudo e posso dizer que são. Hoje, há algumas disciplinas que eu acompanho somente pelas transcrições e não perco nada do assunto, pois é literalmente tudo o que foi exposto em aula. Outro ponto positivo é a organização, uma vez que o curso é organizado por assuntos (p.ex: Constitucional I, II e III, Improbidade Adm, Juizados Especiais) e isso facilitou a organização do meu calendário de estudos.
    Senti um pouco de dificuldade de acompanhar algumas disciplinas em que as aulas são mais aprofundadas, mas logo peguei o ritmo acompanhando-as juntamente com livros indicados aqui no Blog mesmo.
    Gostei também do fato de terem aulas específicas para estratégia de estudos, fui muito ajudada por essas aulas quando iniciei o curso.
    Enfim, não sei dizer para outras carreiras, mas para quem está pensando em organização a longo prazo para Magistratura, acredito que o Ênfase seja uma boa indicação.

    ResponderExcluir
  28. Comprei o anual de procuradorias do CERS, achei que falta um cronograma para ajudar o aluno no controle das aulas e um melhor acompanhamento. Tenho muita curiosidade no Ênfase, falam muito bem, mas não cabe no meu orçamento.

    ResponderExcluir
  29. Já fiz LFG intensivo para Magistratura e MP Estaduais, porém à época a sistemática de video aulas na sede do cursinho não me animara. Uma sala branca com uma tv e alguns parcos colegas faz com que seja muito difícil focar na aula. Atualmente faço o mesmo curso mas no G7. Faço atualmente em casa e com a maioria dos professores do LFG (Masson, Brasileiro, Novelino, Gajardoni). A didática deles era incomparável desde o LFG contudo o cursinho fornece o PDF literal das aulas e das falas dos professores, sobrando mais tempo para prestar atenção na explicação e anotar o estritamente necessário para gravar na memória. Além disso são fornecidos simulados semanais (que infelizmente com o tempo curto que temos acabo não fazendo), bem como atualizações gratuitas semestrais sobre todas as matérias, com atualizações legislativas e jurisprudenciais. Recomendo!!!!

    ResponderExcluir
  30. G7, sem dúvida! bons professores, material bom e cronograma de estudo.

    ResponderExcluir
  31. Algém poderia comentar sobre o curso MEGE, Ciclos r3, CPiuris e estratégia concursos?

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO