Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

ALGUNS ERROS GRAVES DOS CONCURSEIROS

Bom dia queridos amigos,  como andam os estudos? 

Hoje é domingo então reitero: estudem (de verdade) ou descansem (de alma tranquila), OK? De nada adianta estudar pela metade ou descansar nervoso porque não está estudando. 

Hoje quero trazer alguns erros graves dos concurseiros da área jurídica. Vamos lá: 

1- Perder ou não ter um foco - muitos concurseiro me dizem: "eu quero estudar para analista, qualquer analista". Então o sujeito começa a estudar para TRFs, após decide estudar também para TRE e para TRT. Enfim, o sujeito se perde e não passa em nenhum. 
Outro exemplo: sujeito começa a estudar para juiz estadual, depois muda para defensor e ministério público. 
Quanto mais se desvia o foco, mais longo se torna o caminho. 
Então escolha um concurso e reme, sempre em direção a ele, embora possa fazer outras provas no decorrer do caminho. 
Focar em um (ou no máximo 2 concursos) é uma maneira de encurtar a aprovação. OK? 

2 - Estudar sem rotina e organização - estudar não é legal.Começamos motivados, mas é a rotina, o hábito que nos fazem continuar. Muitos concurseiros começam e param, aí param novamente e começam do zero.
A cada parada e recomeço estamos nos atrasando. Se começou, tem de ir até o final (e será, dois ou mais anos de estudos). Começar e parar é perda de tempo, perda de raciocínio e atraso na caminhada. 

3- Desmotivação- Muitos candidatos se desmotivam, pois os resultados não aparecem em um, dois ou três meses. 
Queridos, os resultados não são imediatos. Demandam no mínimo do mínimo, um ano de muitos estudos. O que normalmente ocorre (média geral, que tem muitas exceções, óbvio) são de 3 a 5 anos de estudos para se chagar a uma PGE, Defensoria, MP ou Magis. 
Logo, não se cobrem no primeiro mês, nem no segundo, nem no primeiro ano. Dê-se um tempo para formar a base jurídica. 


4- Achar que não é possível- olhamos para membros da magistratura e do MP, p. ex., e pensamos: "essa pessoa deve ser super inteligente, nunca vou chegar onde ela está". Grande engano, todos os aprovados são pessoas absolutamente normais, com a única diferença que estudaram muito para chegar onde estão. 
Alguns dos aprovados são mais inteligentes, outros mais dedicados, uns passaram com pouco tempo, outros com muito, mas hoje todos dividem a mesma carreira. 
Vou lhes dar um exemplo, quando era estagiário comecei a perceber que, em muitas matérias, eu já sabia mais do que a pessoa com quem estagiava, o que me mostrou: "que ele não era melhor do que eu, apenas tinha estudado mais, então se eu estudasse muito também chegaria lá". 
Ou seja, para ser aprovado não precisa ser essa coca-cola toda, basta se dedicar e estudar muito. 

Acreditem em vocês. Sempre. 

Bom domingo a todos. 

Eduardo, em 26/06/2016




6 comentários:

  1. Excelente mensagem, Edu! Estava precisando disso justo no dia de hoje. Forte abraço e parabéns pelo seu novo e nobre cargo no MPF, você merece. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  2. Edu, parabéns de novo! Você esbanja humildade! Vitória merecida essa sua.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Eduardo. Deus abençoe a todos os editores do site.

    ResponderExcluir
  4. Eduardo Gonçalves, o Padroeiro dos Concurseiros! !!

    ResponderExcluir
  5. Que ótima mensagem!!!!Obrigada por essas palavras de apoio!!!

    ResponderExcluir
  6. Valeu, cara!
    Todas as noites quando termino os estudos, já muito cansado, dou uma passada aqui e sempre encontro uma msg que me faz sentir vontade de fazer tudo de novo no dia seguinte, com a esperança de, um dia, poder inspirar outras pessoas contando a minha história de sucesso, assim como vc faz.

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!