Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

CURSO ONLINE

CURSO MÉTODO EDUARDO GONÇALVES - METODOERG VÍDEO AULAS + LIVES

O QUE É O CURSO?  Após anos de aprendizado teórico e prático, lançamos o projeto piloto onde repassaremos a nossos alunos tudo que aprend...

COMO ATRAIR A SORTE NAS PROVAS DE CONCURSO


Olá meu caros!
Aqui é Rafael Bravo, editor do site do Edu e professor fundador do Curso Clique Juris (www.cursocliquejuris.com.br), onde oriento alunos para os concursos das carreiras jurídicas através da mentoria chamada “Estudos Dirigidos”.

Hoje gostaria de trabalhar com vocês um assunto que acho interessante para quem estuda para concursos! Estava lendo um livro nesse fim de semana e surgiu a vontade de escrever sobre o tema! Espero que ajude no estudo de vocês!

Você já conversou com algum(a) amigo(a) concurseiro(a) depois de uma prova de concurso e ele(a) disse que teve sorte?

Eu lembro que quando comecei a fazer provas para concurso e estudava (pois já fazia prova sem estudar antes), achava que a primeira prova que viesse eu poderia passar. É natural do ser humano ter esperança e acreditar que, se esta estudando, pode passar logo!

É claro que sabemos que os concursos são difíceis, que passam candidatos bem preparados, que estudaram muito e com foco e determinação. Mas sempre temos aquela esperança de que conseguiremos “agarrar” uma vaguinha para a 2ª fase pelo menos. Nos dias que antecedem a prova, ficamos sonhando acordado em como nossa vida pode mudar se conseguirmos a vaga.

Não era comum eu pensar: “tomara que eu tenha sorte e caia tudo que eu estudei na prova!”

Alguém já pensou dessa forma? Já torceu para ter sorte e cair só o que estudou ou, pelo menos, a grande maioria das questões cobrar o conhecimento que você já tem?

Às vezes, eu conversava com outros concurseiros que eram pessoas muito preparadas, pessoas com alto nível de conhecimento, que estudavam comigo na sala de estudos e que tinham ido para prova oral ou já eram aprovados e continuavam estudando para tentar a aprovação em cargo no próprio estado ou na área federal, por exemplo.

Nessas conversas de pós-prova e pós-gabarito, não raras vezes essas pessoas falavam:

“- Que sorte! Caiu duas questões justamente de um tema que estudei na semana passada!”

“- tive sorte! Aquele julgado do informativo foi cobrado na questão e eu li ele no fim de semana antes da prova!”

“-Que sorte que eu tive! Faltando 5 minutos para terminar a prova eu chutei as 4 últimas questões e acertei todas (ou acertei 3)!”

“- Anularam 5 questões e eu aproveitei 4! Consegui chegar na 2ª fase! Que sorte!”

É natural pensarmos nessas horas como que a sorte prestigiou aquele candidato que já é fera, que já tinha nota para passar! Porque não tive sorte também para aproveitas as questões anuladas ou chutar e acertar as questões?

Pessoal, muitos pensam que sorte está ligada ao acaso! Pode até ser, se você ganha na loteria ou ganha algum prêmio de algum sorteio.

Mas no mundo dos concursos, se você quer atrair a sorte para o seu lado, não basta torcer ou fazer oração!

A verdade é que a sorte sorri para os que aproveitam as oportunidades!

A lição que eu li no livro no final de semana e que quero passar para vocês é que quem aproveita as oportunidades e fazem por merecer, atraem a sorte!

Se você procrastina e não estuda ou estuda muito pouco, se você não prioriza os seus estudos e foca em realmente estudar, em ler conteúdo e vencer os pontos das matérias, fica mais difícil ter sorte nas provas.

Pense comigo. Aquele candidato que já foi aprovado em concursos e continua fazendo prova conseguiu chutar 5 questões e acertar 4 por qual motivo? Com certeza ele tinha um bom conhecimento para pelo menos ficar entre duas opções e tinha 70% de certeza que a letra A era a opção correta! Esse foi o chute dele faltando poucos minutos para terminar a prova! É o chamado “chute consciente”!

Se caiu na prova um julgado que ele leu no fim de semana, vejam que ele leu no fim de semana! Ele estudou no sábado e domingo! Ele revisou informativos!

Portanto, se você aproveita as oportunidades de estudar, de priorizar os estudos e avançar nos conteúdos cobrados das provas, com certeza a sorte irá sorrir para você!
Você ainda acha que sorte vem do acaso? Se você acredita que sim, mesmo depois de tudo que escrevi aqui, me diga se conhece algum candidato que passou em alguma prova sem estudar ou estudar muito pouco.

Bem, como muitos já sabem e conhecem a minha história, eu não passei de primeira nas provas, de modo que ficava alguns dias um pouco chateado como é normal com todos os concurseiros! Eu tirava dois dias após o concurso para descansar, conferir o gabarito e o que eu errei e colocar a cabeça no lugar. Depois que passava o descanso, continuava a seguir em frente! Voltava para a sala de estudos com meu material e continuava a montar minha base e fortalecer meus conhecimentos para a próxima!

Continuei estudando no pré-edital, focando em ler o máximo de conteúdo possível e com qualidade, estudar informativos e aproveitar a oportunidade que eu tinha de poder estudar todos os dias e construir minha base de conhecimento até a prova da DPU.

Lembro que quando sai da prova da Defensoria, pensei comigo mesmo: dei sorte! Caíram muitas questões de temas que eu sabia e estudei!rsrs

Temos que continuar seguindo em frente! Aprenda com seus erros! Revise sua prova e não desista! Não pense que a sorte não está contigo, mas sim que você ainda precisa agir e aproveitar melhor as suas oportunidades!

Abraço e bom estudo!

Rafael Bravo                                                                      Em 13/07/2020
Instagram com dicas de concurso: @rafaelbravog e @cursocliquejuris
www.cursocliquejuris.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!