Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

NOSSAS RETAS FINAIS - PASSO A PASSO ATÉ A PROVA

ESTRATÉGIAS RETA FINAIS DISPONÍVEIS

Olá amigos, o @meuesquematizado possui as seguintes estratégias - passo a passo até a prova - disponíveis (clique e acesse): 1- MPSC   ...

COMO ESTUDAR PARA CONCURSOS - TÉCNICAS DE REVISÃO


Olá meu caros!

Aqui é Rafael Bravo, editor do site do Edu e professor do Curso Clique Juris (www.cursocliquejuris.com.br), onde oriento alunos para os concursos das carreiras jurídicas através de estudos dirigidos.

Na minha postagem anterior, abordei o tema “MÉTODOS DE REVISÃO”, traçando a distinção entre método e técnica de revisão. Vale uma breve recapitulação sobre o assunto:

"Primeiramente, é importante traçarmos a distinção entre MÉTODO e TÉCNICA de revisão. Não é obrigatório saber essa diferença e nem sempre os professores fazem essa distinção. Contudo, eu gosto de separar esses conceitos, até para fins didáticos.
MÉTODO DE REVISÃO ≠ TÉCNICA DE REVISÃO

Método diz respeito ao intervalo de tempo, ou seja, a periodicidade das revisões (revisão todos os dias, uma vez por semana, uma ver por mês, todo sábado, etc.)

Técnica significa qual meio utilizamos para revisar, qual instrumento iremos fundamentar nossas revisões (leitura de grifos do nosso material, flashcards, questões, dentre outros)."

A presente postagem é para tratarmos da 2ª parte da minha live, que foi realizada no meu perfil @rafaelbravog e divulgada também no perfil do @cursocliquejuris, ou seja, abordaremos as técnicas de revisão.

1)   Revisão Ativa

Eu denomino como Revisão Ativa aquela técnica consistente na revisão dos grifos do seu material de estudos (caderno, resumo, sinopse) ou livro de doutrina. Contudo, não somente a leitura dos grifos, como também realizar anotações nos cantos das páginas. Busque, por exemplo, anotar uma palavra-chave do lado de cada parágrafo ou resumir uma página do livro através de uma frase ou através de um mapa mental para organizar aquele conteúdo na cabeça (elencar princípios, características de um determinado instituto, etc).
Ainda, você pode ler os grifos e falar em voz alta, explicando o conteúdo para si mesmo.
Eu chamo de revisão ativa pois, ao anotar palavras-chaves ou ler o conteúdo em voz alta, progredimos na pirâmide de Glasser (veja postagem minha anterior no site do edu http://www.eduardorgoncalves.com.br/2020/02/estudando-doutrina-como-ser-mais-eficaz.html).
Assim, saímos de uma postura passiva de revisão para uma postura ativa!

2) Flashcards

Os flashcards são cartões onde você colocará um tema na forma de pergunta. A ideia é todos os dias você puxar alguns cartões e responder as perguntas, explicando a matéria para si mesmo. Se você conseguir lembrar, ótimo! Se não conseguir lembrar ou responder a pergunta apenas parcialmente, volte no seu material e revise aquele ponto.
Com o tempo, você terá inserido o conteúdo a memória de longa duração!
Uma desvantagem desse método é que temos um certo trabalho para fazer os cartões com perguntas estratégicas, que façam sentido para você. E depois, temos que guardar esses cartões e organizá-los.

3) Revisão através de Questões

Essa técnica de revisão é utilizada por aqueles candidatos que gostam de estudar por questões. Priorizam fazer muitas questões por dia.
A ideia aqui é você estudar o conteúdo das matérias e depois fazer exercícios, revisando os temas que estão sendo cobrados, verificando o gabarito das questões e o que errou.
Mas para funcionar pessoal, temos que focar em ler o gabarito comentado! Só verificar a resposta certa e passar para a próxima questão não ajuda muito na revisão! Revisar é ter contato novamente com conteúdo estudado e isso só acontece quando vamos ao gabarito comentado, verificamos aquela matéria, revisitamos nosso material de estudo (caderno ou livro).

4) Fichamentos ou Resumos

Para alguns candidatos, o melhor método de revisão seria, depois de ler o livro, fazer fichamento ou resumo do conteúdo estudado!
Realmente, quando escrevemos o conteúdo estudado, passamos de uma postura passiva para uma postura de revisão ativa. 
Contudo, esse método tem uma grande desvantagem, principalmente em se tratando de resumos: você vai gastar muito tempo fazendo resumo! Muito tempo mesmo! Pode demorar 1 ano ou mais só para resumir os livros das matérias principais e você ainda corre o risco de resumir conteúdos que não são pertinentes para o seu concurso, pois quase não cai ou, quando é cobrado, cai a letra da lei e não a doutrina.
Fichamento é menos pior, pois pelo menos ele é mais objetivo e você não gastará tanto tempo da vida elaborando as fichas. Contudo, recomendo que você, caso utilize esse método, foque apenas em conteúdos estratégicos, que mais caem, para não ficar fichando o livro todo e perder muito tempo com isso.

Portanto pessoal, cuidado com as técnicas de revisão e saibam que algumas possuem desvantagens que devem ser sopesadas na sua organização de estudos e no seu planejamento.

Não esqueça do principal na hora de escolher a sua técnica de revisão e o seu método: organização! Sem organização, trilhar esse caminho será mais difícil.

Vamos em frente meus caros! Sucesso para todos! Bom estudo e ótima revisão!

Qualquer dúvida estou à disposição no site do Clique Juris e nos contatos abaixo.

Abraço a todos e até a próxima!

Rafael Bravo                                                                      Em 06/04/2020.
Instagram com dicas de concurso: @rafaelbravog e @cursocliquejuris
www.cursocliquejuris.com.br

1 comentários:

  1. Rafael, ótimo conteúdo. Sou novo por aqui. Estou no 5º período mas já escolhi meu concurso: Defensorias Públicas Estaduais. Qual sua técnica preferida, ler as partes grifadas de livros sem fazer resumos? Um abraço, Antonio.

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!