Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

DICAS PARA QUEM TRABALHA E ESTUDA. SIM É POSSÍVEL

Olá queridos amigos, alunos, visitantes do site! 

Lembrem-se que domingo é um dia em que os senhores podem se permitir descansar sem peso na consciência, já que o descanso faz parte da caminhada até a aprovação. CONCURSO É MARATONA E NÃO TIRO DE 100 METROS, OK? 

Pois bem, hoje vou dar algumas dicas para quem trabalha e estuda, como foi o meu caso quando estava estudando para o MPF (trabalhava na AGU e estudava para o MPF). 

O que quero deixar claro, desde o começo, é que não ter 08 horas ou mais livres para estudos não é um problema. Lógico que quanto mais tempo livre para estudos melhor, mas com 03/04h diárias é sim possível passar em qualquer concurso do país. 

A primeira dica para o concurseiro que trabalha é: TENTE FAZER SUA CARGA HORÁRIA EM TURNO ININTERRUPTO, por exemplo, os servidores do MPU trabalham das 12h as 19h, ou seja, 07h seguidas, possuindo também dois turnos completos para possível estudo. Assim, quem trabalha em MPU/Tribunais terá a manhã toda para estudar ou a noite toda, também ininterruptas. 
Para essas pessoas que trabalham 07h seguidas, sugiro deixar o turno da manhã para estudar, pois é quando vocês estão com a cabeça fresca. 
Quando me preparava para o MPF, eu estudava das 07/08h até as 11:30, trabalhava até a hora que fosse necessário (17h, 18h ou 19h, conforme o caso) e após retomava os estudos até a hora que eu conseguisse. 

Uma outra dica é: NÃO FAÇA HORA EXTRA REGULAR. A quem já é servidor público, meu amigo, sua carga horária é de 07h a 08h como regra, de forma que você não é obrigado a trabalhar mais que isso. Lógico que vez ou outra pode ser necessário que trabalhem mais, mas não torne isso uma rotina. 
Muitos alunos chegam a abrir mão de uma FC ou CC para poderem estudar mais. Talvez valha a pena, especialmente porque vocês ganharão tempo. Menos responsabilidades significa mais tempo. OK? A perda salarial imediata, poderá representar o incremento posterior. 

Converse com seu chefe para estabelecer o trabalho com METAS. Tenho muitos amigos Procuradores que estabelecem metas semanais a seus servidores (X processos por semana), de forma que quando o servidor termina aqueles processos está ele livre (pois seria injusto dar mais processos ao servidor quando ele já cumpriu a meta - seria penalizar o bom servidor). Nesses casos, é possível que vocês ganhem um dia livre ou até mais. Pensem nisso! (em Naviraí não fazemos em virtude do volume expressivo de trabalho). 

Se organize para LER INFORMATIVOS NO TRABALHO. Sabe aqueles 15 minutinhos de descanso no trabalho (e todos possuem, isso é fato). Deixe-o para ler informativos. Caso você leia 15 minutos por dia de jurisprudência no momento em que iria descansar no trabalho, terá lido os informativos semanais do STF/STJ integralmente. Uma tarefa a menos, portanto.

Seja estratégico, ESTUDE APENAS UM LIVRO POR MATÉRIA. Se para quem tem 08h livres eu recomendo apenas um livro por matéria, imagina para vocês que tem aproximadamente 04h. Nesse caso é inconcebível vocês procurarem estudar por mais de um livro. A estratégia correta é que será o seu diferencial para conseguir concorrer com quem tem mais tempo de estudos. 

E por fim, APROVEITEM O FINAL DE SEMANA (E FERIADOS) para aumentar a carga horária. Não tem jeito, o ideal para vocês é estudar pelo menos 12 horas no final de semana a fim de dar uma compensada com o pouco tempo durante a semana. Sugiro 08h no sábado e 04h no domingo, ou ainda, 10h no sábado e 02h no domingo.

Pois bem. Essas foram algumas dicas. O que acharam? 

O que vocês fazem para otimizar o tempo? Postem nos comentários para compartilhamos com todos. 

Um feliz domingo. 

Eduardo, em 3/9/17
No insta: @eduardorgoncalves


11 comentários:

  1. Obg professor !!! Isso ai. Tbm me encontro neste barco. Miro em uma cidade e trabalho em outra. Mas vai dar tudo certo.

    ResponderExcluir
  2. Estudo para TJAA de Tribunais, em virtude de ainda não ser formado em Direito, estou no 6° período. Vou à faculdade das 7h as 10:45 e trabalho a tarde das 13h às 18h. Também tenho um filho de 1 ano e tenho que conciliar os estudos com essas 3 responsabilidades. Me sobra o turno da noite, o qual tento cumprir metas factíveis de 4h líquidas durante a semana e 10 a 12h no final de semana. No intervalo entre a faculdade e o trabalho vejo atualidades para as redações e basicamente estudo 2 matérias por dia (1h30 p/ cada) + 1 hora de lei seca diária (da matéria do dia ou independente da matéria do dia).

    ResponderExcluir
  3. Uma dica boa é para aqueles quem, assim como eu, moram longe do trabalho e portanto perdem tempo de deslocamento: aproveitar esse tempo para estudar. Utilizo trem para ir ao trabalho e deixo para ler informativos resumidos ou atualizações jurídica nesse caminho. Inclusive, é no trem que acesso aqui o site (:

    ResponderExcluir
  4. Meu trabalho me consome cerca de 12h do meu dia ( deslocamento, horario de almoco e carga horario de 8h ). Nada facil, para quem ainda tem casa, 2 filhas e esposso para dar conta rsrs. É luta, mas como dizem " desistir não é uma opção". Gosto muito das suas dicas. Estou sempre na busca para aprimorar meus estudos e alcançar minha nomeação. ( kleidy)

    ResponderExcluir
  5. E pra quem estuda(facul de Direito ainda...) e trabalha? Se encaixaria nesse texto? :/

    ResponderExcluir
  6. Post bastante esclarecedor, e tudo isso que está aí é verdade e tenho comprovado na prática. Trabalho 8 horas por dia, e há pouco mais de um ano comprei o edital esquematizado. Às vezes levo 4 dias pra cumprir a meta de um dia, sobretudo naquelas matérias grandes para as quais o edital dá 1 dia apenas, mas sigo em frente. No TJPR fiquei por 4 pontos, em SP, 2 pontos, e SC, 1 ponto. Tenho fé que se continuar seguindo adiante, apesar das dificuldades, minha hora vai chegar. Obrigada pelo trabalho fantástico de vocês! Grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Quem trabalha em Tribunal, como eu, sabe o quanto é difícil, pois sempre tem metas, mutirões, plantões (inclusive aos fins-de-semana). Trabalho, em geral, trabalho 6:00h diária, mas tem o trânsito, onde perco mais ou menos 1:40h só em deslocamento. No final, sobra só 4:00 horas para estudo diário. Gostaria, se possível, de sugestões de como organizar os estudos, e planilhas de estudo para quem vive essa situação em particular.

    ResponderExcluir
  8. Bom, além do trabalho que me consome uma média de 10h por dia, ainda tenho filho, marido e casa para cuidar. Masssss com fé em Deus prossigo para o propósito. Sei que Ele vai suprir todas as minhas limitações. Obrigada pelas dicas, são sempre muito úteis, pois tento adequá-las à minha rotina!!!!

    ResponderExcluir
  9. Ufaaa... estou no caminho certo ... todas as dicas já estão incutidas no meu dia a dia ... amém

    ResponderExcluir
  10. No sábado o máximo que consigo é em torno de 6 a 7 horas. Estudo de domingo nem pensar...a dica é boa, mas não são todos que conseguem por em prática

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!