Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO PARA DICAS, SORTEIOS, LIVES, NOTÍCIAS E MUITO MAIS

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI

O QUE FAZER NESSE PERÍODO DE CORTE DE GASTOS E DIMINUIÇÃO DOS CONCURSOS?

Olá meus amigos, bom dia a todos. 

Hoje vou tratar de uma assunto muito delicado para o concurseiro, e que por isso merece destaque. 

Como é de conhecimento de todos, a LDO 2020 é muito restritiva quanto a novas nomeações, tendo o governo federal anunciado que não fará concursos. 

Então o concurseiro fica no limbo do que fazer, e hoje vou ajudá-los nesse ponto. 

A primeira coisa que vocês devem saber: Estados e Municípios não estão vinculados às regras da União. Se a União não tem dinheiro para concursos, os Municípios e Estados podem ter e podem sim ter concursos. Uma dica: leia a LDO do seu Estado/Município e conheça a condição financeira do Ente. 

Já adianto que, nem todos os Estados/Municípios estão em crise financeira, então estudando para PGE/PGE, MPE, DPE, TCE, AGE etc vocês terão muita prova a fazer.

Concurseiro estadual e municipal: nada muda para vocês. O foco deve ser o mesmo! 

Agora para os concurseiros federais. 

2019 e 2020 não devem ser muito produtivo para vocês. Poucos concursos, dificilmente um grande certame será aberto. 

Entretanto, a União está precisando e muito de servidores. No INSS, por exemplo, há aposentadorias e vacâncias diariamente. As vagas são muitas e os processos previdenciários se acumulam.

Mesma coisa em outros órgãos. 

Então o governo não aguentará segurar por muito tempo os concursos, o que nos leva a crer que no decorrer de 2020 pode ser, excepcionalmente, feito algum concurso e que após 2020 a situação se normalizará nesse aspecto. 

Ou seja, mesmo que seu esperado concurso não saia em 2020, ele sairá em 2021. 

Então o concurseiro federal deverá manter os estudos, pois é nesse período de espera que se constrói a aprovação. Sua aprovação é conquistada antes do edital e não depois dele. 

Como é dito por ai: Estudar após a publicação do edital, é um dos maiores erros que os concurseiros cometem. Conquistar uma vaga no serviço público não é fácil, pois além de estudar é necessário ter dedicação, foco e planejamento. Cada minuto é valioso e deve ser aproveitado para fazer um exercício, revisão ou aprender um novo conteúdo. Quanto mais cedo começar a estudar, maiores serão as chances da sua aprovação. Por isso, nem pense em esperar o edital ser publicado para começar os seus estudos.

Use esse tempo maior de espera para formar uma base melhor, para zerar o edital várias vezes (aos menos os pontos importantes). Construa sua aprovação. Veja oportunidade nessa espera. 

Mas EDUARDO, é fácil falar né, e eu aqui no limbo? R= Está se sentindo no limbo querido concurseiro federal, então abra seu leque. Se prepare para concurso estadual correlato sem desviar seu foco do concurso federal. Ou seja, se vocês estudava só para AGU, passe a considerar PGEs/PGMs deixando um ou dois dias na semana para as disciplinas estaduais/municipais. 

Não desanimem agora. 

A espera pelo concurso é a sua oportunidade de construir sua aprovação. 

Eduardo, em 16/04/2019
No instagram @eduardorgoncalves

4 comentários:

  1. E quanto às nomeações para quem foi aprovado em concurso do executivo federal? Fui aprovado na PRF e essa notícia causa surpresa. Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. E com relação aos concursos do Poder Judiciário (como TRF 3, analista e técnico)? A LDO pode afetar ou refletir de alguma forma nos concursos do judiciário ?

    ResponderExcluir
  3. Eduardo, como fica as nomeações para os TRF's? ah, vai alterar alguma coisa nos concursos de Procurador da República?

    ResponderExcluir
  4. E quanto as nomeações dos aprovados no MPU ano passado? Sera que sofrerá muita restrição?

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!