Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

RAIO-X DA PROVA DA OAB - O QUE SABER ANTES DE COMEÇAR A ESTUDAR?

Olá pessoal, tudo bem? 

Hoje trago as informações básicas que toda(o) oabeira(o) deve saber antes de começar a estudar para o Exame da Ordem. 


Taxa de Inscrição 

A FGV cobra uma taxa de inscrição no valor de R$ 260,00, que deve ser paga mediante boleto. 

Ficarãoisentos do pagamentodessa taxa aqueles que, cumulativamente: 

a) estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto 6.135, de 26 de junho de 2007;e 

b) comprovem hipossuficiência de recursos financeiros para pagamento da referida taxa, adotando a seguinte definição para família de baixa renda: 

I. aquela com renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo; ou 

II. a que possua renda familiar mensal de até três salários mínimos. 

 

Periodicidade 

Via de regra, são realizados 03 Exames da Ordem por ano, o que não ocorreu em 2020 por conta da pandemia do COVID-19. 

 

Quem pode fazer o Exame da Ordem? 

Conforme item 1.4.3 - Poderão realizar o Exame de Ordem os estudantes de Direito que, comprovem estar matriculados nos últimos dois semestres ou no último ano do curso de graduação em Direito até o primeiro semestre. 

O primeiro semestre vai de janeiro a junho, sendo assim a (o) candidata(o) precisa: 

1. Estar matriculada(o) no nono ou décimo período do seu curso até junho do respectivo ano; ou

2. Estar no último ano de graduação em Direito até o mês de junho do respectivo ano. 


Das Provas 

A prova é dividida em 02 fases: objetiva e prova prático-profissional.

a)  Prova objetiva 

A primeira fase conta com 80 questões e são cobradas 17 matérias, distribuídas da seguinte forma: 

-Ética – 08 questões 

-Filosofia – 02 questões 

-Direito Constitucional – 07 questões 

-Direitos Humanos – 02 questões 

-Direito Internacional – 02 questões 

-Direito Tributário – 05 questões 

-Direito Administrativo – 06 questões 

-Direito Ambiental – 02 questões 

-Direito Civil – 07 questões 

-ECA – 02 questões 

-Direito do Consumidor – 02 questões 

-Direito Empresarial – 05 questões 

-Processo Civil – 07 questões 

-Direito Penal – 06 questões 

-Processo Penal – 06 questões 

-Direito do Trabalho - 06 questões 

-Processo do Trabalho – 05 questões 

* As disciplinas estão na ordem em que vêm no caderno de prova. 


A prova é de caráter eliminatório, tendo a(o) examinada (o) que acertar 40 questões (50% da prova) para ser aprovada (o) para a etapa seguinte;       

Possui duração de 5 horas e é aplicada das 13h às 18h (horário de Brasília); 

Uma informação relevante é que, ao contrário dos editais de concursos públicos, a FGV não informa quais conteúdos programáticos vão ser cobrados no Exame da Ordem. Ou seja, em tese, ela pode cobrar todos os assuntos abarcados por essas 17 matérias. 

Não se assustem com essa última informação, nem com o número de questões (80) e de matérias (17). 

A banca organizadora possui um certo padrão de cobrança das questões e não costuma aprofundar muito no conhecimento exigido. 

Todavia, os índices de reprovação chegam a 82%. Por que isso ocorre? Porque falta estratégia na preparação das (os) candidatas (os). 


b)    Prova prático-profissional 

Tendo atingido a pontuação mínima exigida (40 pontos), a (o) candidata(o) estará habilitada (o) para a segunda etapa, que costuma ocorrer cerca de 50 dias após a primeira fase. 

Ela também possui duração de 5 horas e é aplicada das 13h às 18h (horário de Brasília); 

A prova prático-profissional vale 10.00 e você deve tirar ao menos 06 pontos para ser aprovada (o) e ter sua vermelhinha em mãos. 

Essa etapa conta com uma peça prático-profissional que vale 05 pontos e quatro questões subjetivas, que valem 1.25 pontos cada. 

A (O) candidata (o) pode e deve levar um vade-mécum para essa segunda etapa, desde que ele atenda as especificações previstas no edital. 

Uma informação muito importante é que a escolha da área jurídica em que você prestará a prova prático-profissional é feita no momento da inscrição para o Exame da Ordem. 

Essa escolha deve ser feita com cautela e de forma estratégica, pois é decisiva para sua aprovação. 

Você possui as seguintes opções: 

a) Direito Administrativo; 

b) Direito Civil; 

c) Direito Constitucional; 

d) Direito do Trabalho; 

e) Direito Empresarial; 

f) Direito Penal; 

g) Direito Tributário. 

Já adianto que não existe disciplina mais fácil ou que aprova mais, não caiam nessa! 

Qualquer dúvida, me mandem um direct no @profmarianadantas. 

Contem comigo! 

Mariana Dantas. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES.

ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!