Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

MINHA PREPARAÇÃO PARA O 28 CPR- HAYSSA MEDEIROS

Olá, gente boa! Tudo bom? Como estão os estudos? Espero que firmes e fortes.

Bem, demorou um pouco, mas só agora tive tempo para fazer este post com a minha preparação para o 28 CPR. Falarei resumidamente sobre os livros que estudei, etc.
Bem, sinto-me na obrigação de dizer que sempre quis o concurso do MPF. Fiz o 24CPR, 25CPR, 26CPR, 27CPR e 28CPR. De todos estes, só estudei "direitinho" para o 28CPR.
Antes eu brincava de estudar. Como é isso??? Eu simplesmente estudava sem horário definido, sem uma técnica específica, sem cronograma, sem metas... ou seja, estava me enganando.
Como foram estas provas objetivas do MPF?
No 24CPR eu passei LONGE do ponto de corte. Prova muito difícil. Sem comentários.

No 25 CPR o pânico de ter um grupo só de Internacional, mas como eu sempre erro coisas não tão complicadas, passei em nos grupos mais complicados e fiquei no Grupo de Civil por uma questão. Chorei muito, mas quando li a subjetiva do 25CPR, vi que não passaria de jeito nenhum.
No 26CPR que foi concomitante com o 25CPR, da mesma forma, passei longe do ponto de corte.
Daí resolvi estudar melhor para o 27CPR. Mesmo assim, eu estava perdida sem saber por quais livros estudar. Eu só sabia que era necessário estudar Processo penal por Eugênio Pacelli e só isso.
Então fiz o 27CPR e pela primeira vez, fiz o perfil em todos os grupos, mas, mais uma vez, fiquei longe do ponto de corte (por 10 questões).
Fiz amizade com o pessoal que foi para a subjetiva do 27CPR e a partir de então tudo mudou.
Especialmente meus amigos Nathália Mariel (musa, diva, master), Érico Gomes e Eduardo Gonçalves, eles me passaram dicas valiosas sobre bibliografia que me ajudou (e muito) no 28 CPR.
Em abril de 2014, eu comecei a estudar SÉRIO para o MPF. Sem fingir que estava estudando. Tinha metas a cumprir, cronograma para bater.. enfim, eu vi que ou eu fazia desse jeito ou eu não passaria nunca. Resolvi por em prática aquilo que eu sempre soube que era pra fazer: estudar sério!!!!
Então comecei a estudar direitinho e deu certo.
Abaixo eu elenco a bibliografia que utilizei:
a) Constitucional: Daniel Sarmento, artigos da examinadora Débora Duprat, Alguns capítulos de Gilmar Mendes, Uadi Lamego Bulos, Jurisprudência do STF e publicações da 6ª CCR/MPF.
b) eleitoral: eu sempre tive facilidade em eleitoral. Então fui do curso de direito eleitoral do autor Roberto Moreira de Almeida da Juspodivm. Contudo, eleitoral, nesta prova do 28CPR, estava bem jurisprudencial e senti muita dificuldade.
c) PIDH/DIP: Li o livro de Curso de Direitos Humanos do André de Carvalho Ramos, além do livro dele de Processo Internacional de Direito Humanos. Li também o livro da examinadora Denise Neves Abade de Cooperação Internacional, além de diversos textos da internet, coisas do Blog do Vladimir Aras e textos do André de Carvalho Ramos. Li também algumas coisas no livro do Portela (da juspodivm).
d) Administrativo/Ambiental: eu tenho muita facilidade com administrativo. Então, como já tinha lido José dos Santos Carvalho Filho, eu fiquei só nos meus resumos e textos do examinador Walter Claudius Rothemburg. Em ambiental, eu estudei pelo Frederico Amado e li algumas publicações da 4ªCCR/MPF e 6ªCCR/MPF;
e) tributário/financeiro: eu também tenho muita facilidade para estas duas matérias, pois eu fiz concurso para PFN. Eu adoro tributário e financeiro. Como já tinha lido Ricardo Alexandre e Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo, fiquei nos meus resumos, além de ler muita lei e jurisprudência. Financeiro, eu já tinha lido o livro da Tathiane Piscitelli e eu tinha feito um resumo. Fiquei só na revisão do meu resumo e leitura de leis e informativos
f) Civil: esta matéria sempre foi o meu calo (acho que de todo mundo, né?). Então, eu consegui superá-la aqui para o concurso do MPRN. Desde então, eu tenho certa facilidade. Fiquei nos meus resumos dos livros que tinha lido (Nelson Rosenvald, Pablo Stolze e Flávio Tartuce), leitura de jurisprudência, súmulas e repetitivos do STJ.
g) Processo Civil: esta também era uma matéria que eu sempre me dava mal. Mas quando estudei para o concurso do MPRN, eu estudei bem pelo Código de Processo Civil Comentado de Marinoni e a partir daí eu só fiz manter o nível de conhecimento. Eu revisei Marinoni, li o CPC, súmulas, jurisprudência e repetitivos do STJ.
h) econômico/consumidor: eu também estudei bem consumidor para o MPRN (Manual de Direito do Consumidor a Luz da Jurisprudência do STJ da juspodivm), eu fiquei só na revisão dos meus resumos e me atualizei com a jurisprudência. Em econômico, eu estudei uns resumos que eu tinha e algumas publicações na internet.
i) Penal: eu sempre gostei de estudar penal. Sempre. Então, eu estudei pelo Arthur Gueiros (a parte geral do CP) e a parte especial eu estudei pelo Rogério Sanches (Manual de Direito Penal- Parte Especial da Juspovim). Já a legislação extravagante, eu tinha lido (TODO) o Baltazar. Daí só fiz revisar meus resumos. Li artigos da examinadora e jurisprudência.
j) processo penal: sempre foi minha paixão. Sempre estudei por Pacelli. Sempre. Então foquei nele, na jurisprudência e em algumas publicações do examinador. Li também algumas publicações da 2ªCCR/MPF.

Aviso aos navegantes: essa preparação não foi do dia para a noite. Alguns livros eu li há 4, 5 ou 6 anos, mas como foram bem estudados "ficaram" na minha cabeça. Então não entrem em pânico achando que tem que ler um monte de coisa em seis meses, ok???

Eu procurava estudar duas matérias por dia. Tive que me adaptar a isso, pois eu gostava de esgotar uma matéria para depois passar para outra. Não façam isso!!!!
O candidato tem que fazer o perfil em 4 grupos. Quatro grupos!!!! Então você tem que conhecer um pouco de todas as matérias. Quando eu comecei a estudar duas matérias por dia, vi que os "riscos" no conteúdo programático do MPF (que é ENORME) começaram e fluir. E a partir daí me senti mais confiante para passar.
Eu também refiz as provas anteriores e isso me ajudou muito a saber o perfil dos examinadores. As preferências de cada um.

Só para dar um pouco de drama: em abril de 2014 já estava grávida do meu segundo filho e estava trabalhando em uma comarca que era bem pesadinha. Mesmo assim chegava em casa e estudava até meia noite. Sempre me forcei a isso. Fiquei finais de semana no interior para estudar. Tinha grupo de estudos, onde nós cobrávamos uns dos outros, etc. Isso me estimulou bastante.
Ahh.... fiquei assistindo TV Justiça no Hospital enquanto aguardava ir para a sala de cirurgia hahahaahah (não façam isso)....
Nada na minha caminhada e preparação foi fácil. Sempre teve um drama a mais que não é necessário vocês saberem de tudo, mas tenham certeza que se não se dedicarem, não chegarão lá.
No final da caminhada, vocês verão que tudo valeu a pena.

Ah... sobre o 29CPR, ainda está sem data oficial. Então, é hora de estudar bem para não se desesperar com eventual lançamento do edital, ok?

Bem, espero ter suprido as expectativas!!!
Abraços e bons estudos para todos.

Hayssa.



13 comentários:

  1. Te amamos �� ass. : Lulu fã

    ResponderExcluir
  2. Adorei. Sabe o que acho legal da Hayssa, Nat, Eduardo, que eles tem um material de qualidade a um preço justo. E como eles são gente como a gente, sempre conciliaram estudos e trabalho, passaram por dramas na vida, nos animam com os incentivos. Essa super quarta gratuita é um projeto muito bom, vces querendo ou não ajudam aqueles que querem ter acesso, mas nao tem muitas condições financeiras. Abraço Medeiros

    ResponderExcluir
  3. Muito inspiradora a sua jornada Hayssa! Você realizava resumos manuscritos ou digitados? Realizou para todas as matérias? Após esgotado o conteúdo de determinada matéria, revisava de quanto em quanto tempo? Meus parabéns pela aprovação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Muito obrigada! Meus resumos eram manuscritos e depois passei para o computador (digitados)..hahahaah sempre fui meio desorganizada mesmo... Eu costumava revisar SEMPRE. Não tinha prazo certo. Geralmente eu sempre tentava lembrar algo e se eu não lembrava bem daquilo eu revisava. Eu acabei abandonando os resumos e passei a fazer esqueminhas. Deu super certo. Abraços

      Excluir
    2. É a primeira vez que posto aqui neste interessante blog.
      Primeiramente, parabéns pela aprovação e pelo caminho de sucesso traçado.
      A senhora poderia publicar ou ceder os resumos e materiais elaborados na preparação?
      Gostaria também que falasse um pouco mais sobre essa contínua revisão. Como conciliar a necessidade de tentar exaurir um edital, as novidades jurisprudenciais e normativas, resolver questões e ainda, revisar. O tempo de revisão e de resolução de questões era reservado aos finais de semana?

      Desejo sucesso no dia a dia como Procuradora.

      Aspiro a carreira e sou estagiário do MPF.

      Att.,

      Rafael.

      Excluir
    3. Oi Rafael!
      Td bom?
      Infelizmente, não tenho como ceder meus resumos porque a maioria é desorganizado e está escrito à mão. E outra coisa, eu se fosse você não procuraria atalhos. Procure fazer sua base e elabore seus resumos. Eu, pelo menos, não conseguia estudar pelos resumos de outras pessoas. Sempre tive que ir no livro para que ficasse algo na minha cabeça.
      Sobre as revisões, eu fazia revisões quase que diárias e nos finais de semana. Mas eu não era muito sistemática não.
      Sobre jurisprudência, eu sempre fui psicótica com jurisprudência. Eu lia para meu trabalho, especialmente nas sextas feiras e sempre estava antenada com as novidades.
      Tem que arrumar tempo para cumprir tudo. É muita coisa mesmo.
      Espero ter ajudado.
      Abraços
      Hayssa

      Excluir
  4. HAYSSA,

    MAIS UMA VEZ: PARABENS!!!!!!!!!!!

    O QUE MAIS ADMIREI NO SEU DEPOIMENTO FOI VC TER MENCIONADO QUE JA TINHA FEITO O CONCURSO DIVERSAS VEZES. TEM GENTE QUE PASSA E ESCONDE A QUANTIDADE DE VEZES QUE TENTOU, DANDO A ENTENDER QUE PARA SER PROCURADOR DA REPÚBLICA É PRECISO SER GÊNIO, QUANDO NA VERDADE A APROVAÇÃO DEPENDE DE UMA BOA PREPARAÇÃO.

    ACHO QUE VC MERECEU MESMO, COM TODO LOUVOR HUMANO!!!!!!!!!!!

    QUE DEUS LHE ABENÇOE NA SUA NOVA JORNADA.

    RUMO AO 29 PORQUE QUERO SER COLEGA DE TRABALHO DE GENTE ASSIM COMO VC.

    BJSSSSSSSS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Andréa! Eu não costumo omitir minhas derrotas para que todos saibam o que de fato aconteceu. Beijos

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Hayssa, primeiramente gostaria de lhe dar os parabéns. Não só pela conquista do cargo público desejado, mas pela superação de todos os obstáculos que surgiram na sua vida.
    Eu gosto muito de ler depoimentos de aprovados, porque vejo que meu sonho é real, é palpável, que as pessoas que chegaram lá um dia estiveram confusas como eu. Eu me identifiquei MUITO com o "brincava de estudar". Estou precisamente neste ponto.
    Acabei de adquirir o edital esquematizado para MPE (geral), e vou dar tudo de mim para remastigar esse edital já mastigado por vocês.
    Meu muito obrigada.
    Flavia.

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus, super me identifiquei! Estou há exatos 4 anos "brincando" de estudar. Mas chegou a hora de cair na real (passou da hora)e quero me organizar (com o material do eduardo, inclusive rs) para conseguir almejar meu sonho. Ser MPF!
    Obrigada por compartilhar sua história conosco. Isso só nos mostra que é possível, seja qual for a circunstância, só basta uma coisa: o teu querer!
    Eu quero!
    Obrigada pelo lindo depoimento. Inspirador

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Hayssa, queria que soubesses que és um grande exemplo para quem além de todas as adversidades e dificuldades da vida de concurseiro, ainda as concilia com a tarefa de ser mãe. Quando penso em desistir, pensando que não aguentarei conciliar colo, mamadeiras, brincadeiras, deveres de casa, etc como os estudos...lembro-me de ti e prossigo. Se puderes, faça um relato sobre isso. Beijos e obrigada por compartilhar tudo isso conosco!

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!