Dicas diárias de aprovados.

DOUTRINA CAPA A CAPA É UMA BOA ESTRATÉGIA?

Olá, gente.

 
Esse é uma das perguntas mais frequentes. Doutrina capa a capa vale a pena?

Eu gostaria de conversar com vocês sobre isso a partir das minhas experiências. Repito, trata-se de uma opinião.


Você com certeza ouvirá pessoas que passaram em concurso dizerem: “Estudei todas as matérias por doutrina, lia os livros capa a capa, e passei. Da mesma forma, ouvirá dizerem: “Doutrina capa a capa é perda de tempo. Eu nunca li e passei”.

Pois bem, cada um encontra um método diferente de estudos e, com esse método, alcança seu objetivo. Aqueles dois exemplos não estão errados e uma forma de estudo não anula a outra.

Todavia, estamos falando em estratégia de estudo, buscando um maior/melhor rendimento em curto espaço de tempo. Com essa visão, eu posso dizer que você não precisa estudar doutrina capa a capa de todas as matérias do concurso. E muitos livros da bibliografia servirão como um apoio para consultas em assuntos mais complexos!
 
Um outro ponto é que para aprovação na primeira fase, o conhecimento doutrinário, de regra, representa um percentual bem pequeno se comparado à lei seca. Para passar na prova objetiva não há outro caminho que não seja conhecimento da legislação. 

Eu li vários livros capa a capa no começo da preparação até perceber que em algumas disciplinas e temas eu estava perdendo tempo. Eu percebi que algumas matérias eram cobradas de forma mais doutrinária e outras não. E dentro dessas disciplinas, alguns temas eram mais doutrinários e outros não. Aos poucos, depois de muitas “lapadas”, eu mesmo consegui “pinçar” os assuntos que eu deveria ler nos livros. Outros, eu não lia (bastava a lei) ou lia apenas sinopses.

Você deve ter entendido e agora deve estar se perguntando: “Finalmente, que livros eu devo ler capa/capa?”

Eu não posso responder esta sua pergunta de forma responsável sendo genérico. É porque a resposta depende principalmente do concurso que você deseja. Dependendo do cargo almejado, as orientações sobre isso serão diferentes.

Por exemplo: se o seu concurso é a PFN, você deve ler seu livro de Tributário capa a capa, inclusive mais de uma vez se puder (estudar uma vez e revisar várias). Se é o MPE, não! Em raciocínio inverso, se você deseja o MPE, vai ter que saber bastante a Parte Geral do CPB, lendo e relendo sua doutrina. Já para a Advocacia Pública, não.

Portanto, para concluir, se você estuda lendo doutrina capa a capa em todas as matérias, sob o ponto de vista estratégico da aprovação em concurso, na minha opinião, está desperdiçando tempo. Busque opiniões de pessoas que foram aprovadas para encontrar a resposta ou mesmo analisando um conjunto de provas anteriores sobre o que é explorado de forma doutrinária no seu concurso.

Em síntese: 
1- Doutrina de capa a capa é apenas para algumas matérias, as principais do seu concurso. 
2- Ainda que a doutrina seja estudada de capa a capa, você deve fazer um estudo integral bem feito, e depois apenas revisar seus grifos ou resumo. O estudo em si é feito só uma vez, depois vamos revisar o mesmo material de forma muito mais rápida. 

Era isso. 

Um abraço e bons estudos!!!

Gus,
No instagram: @diaskershaw

1 comentários:

  1. Professor para PGE e PGM capital, ler de capa a capa D. Administrativo e D. Constitucional, só?

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES.

ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!