Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

OPORTUNIDADE ÚNICA - ÚLTIMO CURSO DE 2019

CURSO PRESENCIAL (WORKSHOP) - PASSO A PASSO DA APROVAÇÃO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Olá meus amigos,  Faremos um WORKSHOP  em SÃO PAULO , dia 30/11/2019 , com o tema PASSO A PASSO para a aprovação em concursos do MINIS...

ESTUDAR E SEUS DESAFIOS: A DEPRESSÃO E O DESÂNIMO NA ROTINA DE ESTUDOS


Olá pessoal!

Aqui é Rafael Bravo, editor do site do Edu e professor do Curso Clique Juris (www.cursocliquejuris.com.br), onde trabalho com orientação de alunos e metodologia de estudos!

Hoje gostaria de trabalhar com vocês um tema muito sério e que pode afligir alguns de vocês durante a preparação para concursos.

Não são raras as vezes que converso com concursandos, principalmente aqueles que já estudam há algum tempo para concurso (2, 3 anos ou mais) e tomo conhecimento das dificuldades do aluno em manter-se motivado, até porque os problemas que surgem ao longo do caminho e a cobrança pessoal, não raras vezes, pode gerar um quadro de ansiedade e depressão.

Durante minha certificação em coaching, uma valiosa lição que me foi ensinada pelo meu mentor foi que se o coachee, durante o processo de coaching, foca diversas vezes em fatos passados, ao invés de focar no futuro, isso é um sinal indicativo de que ele não está bem para passar pelo processo.

Isso porque a preparação para concursos, a participação em um processo de coaching ou mentoria com metas e análise de produtividade, demanda sempre um olhar focado no futuro, ou seja, na aprovação, no que fazer quando alcançar o sonho de ser aprovado e tomar posse, como sua vida vai mudar, qual será o impacto na sua vida e qual caminho pode levar você até essa meta.

Quando focamos no passado, falamos em dores, problemas que nos prendem e não nos deixam avançar e que, por tal motivo, recomenda-se ao profissional em coach, se ocorrer durante um processo de coaching, que ele termina o processo de imediato e encaminhe o aluno para um profissional especializada (psicólogo ou psiquiatra).

Alguns possuem vergonha em dizer que procuraram um(a) psicólogo(a), mas digo para vocês que isso é a coisa mais natural do mundo hoje em dia e que é extremamente necessário para digerirmos problemas que podem surgir na nossa vida.

Se estudar fosse fácil e prazeroso, todos passavam em concurso. A preparação para concursos exige sim um sacrifício e dedicação que pode ocasionar momentos complicados.

Na minha vida atendendo alunos já vi vários casos tristes como término de namoro, situação de desemprego do aluno ou de algum familiar que lhe ajudava nos estudos, roubo do material do aluno, perda de contato com amigos por conta dos estudos, dentre outros problemas que, quando acontecem em um momento que você está estudando, podem ganhar uma repercussão ainda maior e gerar um desânimo grande na hora dos estudos.

Hoje a ansiedade e depressão atingem níveis mais altos ainda, sobretudo por conta das redes sociais, até porque quase ninguém posta foto estudando, sem dinheiro e comendo marmita na sala de estudos. Quando entramos nas redes sociais só aparece fotos de pessoas viajando para lugares incríveis, se divertindo em festas com amigos e namorado(a), demonstrando certo sucesso e que a vida deve ser aproveitada.

São nessas horas que o concursando pensa: preciso passar logo para viver a minha vida!

Dessa forma a cobrança pessoal aumenta, a ansiedade aumenta e o aluno esquece que preparação para concursos é um desafio a médio e longo prazo e que exigirá que você reprove em algumas provas, se levante e estude mais, até passar.

Ainda, existem diversos artigos científicos que apontam que os casos de depressão aumentaram no Brasil e no mundo e que a tendência é continuar crescendo, sendo certo que essa doença leva o indivíduo a uma severa incapacidade de participar de trabalhos e atividades (estudos, por exemplo) e traz uma influência negativa sobre a qualidade de vida da pessoa e da sua família.

Portanto pessoal, estamos falando de algo sério e o que gostaria de passar para vocês é que procurar ajuda não pode ser motivo de vergonha ou achar que é perda de tempo pois você irá deixar de estudar para procurar fazer uma terapia.

Pelo contrário, se você está em um momento de desânimo, de não conseguir estudar, de focar sempre no passado ou achar que seus estudos nunca evoluem, se você passou por problemas sérios no meio familiar, na sua vida particular, NÃO TENTE ESTUDAR SE SENTINDO MAL!

Aqui o que irá lhe ajudar será procurar por um profissional, como um psicólogo(a). A saúde mental é extremamente importante para os estudos e para a vida como um todo, para que você possa seguir em frente, construir algo para você, montar sua bagagem de conhecimento, ficar de olho na sua meta que é ser aprovado(a), exercer uma atividade gratificante, ser bem remunerado(a) e ter uma vida estável.

Eu sempre digo que todo o sacrifício será bem recompensado, mas não podemos nos sacrificar a ponto de colocar nossa saúde mental em risco! Se precisar sair com a(o) namorado(a), saia. Não será um dia de estudo que você saiu para se divertir que irá prejudicar a sua preparação. Se sair irá lhe gerar mais conforto e tranquilidade para no dia seguinte voltar para a biblioteca e estudar, temos que ver essa possibilidade de sair e relaxar como algo bom!

Separe sempre um dia de descanso na sua rotina de estudos, como domingo, por exemplo. Se não temos edital publicado de algum concurso que nos interessa, procure descansar no domingo ou, pelo menos, estude até determinado horário e aproveite o resto do dia para descansar. Portanto, tenha sempre em mente um tempo durante sua semana onde você poderá relaxar, rever amigos e familiares, sair com a(o) namorada(o) ou marido/esposa.

Estude se você estiver bem, ou seja, precisamos de saúde mental para estudar. Como estudar é uma atividade difícil, cansativa, que demanda concentração, motivação, a saúde mental é de fundamental importância. Devemos estar bem com nós mesmos, com a cabeça bem resolvida em estudar e atingir a meta que é a aprovação e que o sacrifício que passamos vale a pena.

O último ponto que gostaria de falar para vocês é: se estiver desanimado, procure ajuda! Cada um sabe das suas dores e se você estiver passando por algum momento difícil, com alguma experiência ruim ou fato triste na sua vida particular e não conseguir estudar, não force a sua cabeça mais ainda para algo que é difícil e nem se cobre internamente por você achar que deveria estar estudando.

É nesse momento que mais vale você respirar fundo, para os estudos e procurar ajuda de um profissional nessa área (psicólogo ou psiquiatra). Converse com sua família, amigos e procure ajuda. Não será 1 hora na sua semana de terapia que fará a diferença entre passar ou não passar nos concursos! Mais vale você reservar um tempo para você, para cuidar da saúde mental e física (pois sempre digo que fazer exercícios também pode ajudar na sua rotina) do que tentar estudar e passar por uma situação de depressão que irá lhe afastar por completo dos estudos e até fazer você desistir da sua preparação.

Espero que essa postagem ajude de alguma forma vocês na árdua rotina da preparação para concursos, principalmente os que se encontram vivendo uma situação delicada nos estudos. Desejo a todos que encontrem o equilíbrio de vocês e continuem estudando até a aprovação! Contem comigo!

Abraço a todos e até a próxima!
Rafael Bravo                                                                      Em 21/10/19.
Instagram com dicas de concurso: @rafaelbravog
www.cursocliquejuris.com.br

6 comentários:

  1. Parei de ler em "Durante minha certificação em coaching"... coaching ? ... aí não da !

    ResponderExcluir
  2. Observação muito bem vinda professor!! Obrigada pela sensibilidade.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo, o assunto é de uma importância ímpar e a abordagem foi excelente.. Independentemente de ter vindo de uma preparação para coaching, uma vez que serve para preparar para a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... de fato olhando por esse lado está correta.

      Excluir
  4. Antes achava que era perder tempo com psicologo, hoje vejo que é essencial ajuda para a saude mental. Muito pertinente o texto. Nem so de estudos vive o homem.

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!