Quem passa por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO e @MEUORGANIZADO.

ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM CLICANDO AQUI.

PARTICIPEM DO NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES.

LEIAM NOSSO "MANUAL DO CONCURSEIRO"

OPORTUNIDADE ÚNICA - ÚLTIMO CURSO DE 2019

CURSO PRESENCIAL (WORKSHOP) - PASSO A PASSO DA APROVAÇÃO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Olá meus amigos,  Faremos um WORKSHOP  em SÃO PAULO , dia 30/11/2019 , com o tema PASSO A PASSO para a aprovação em concursos do MINIS...

COMO JUNTAR UM DINHEIRO PARA FAZER FRENTE AOS CUSTO DO ESTUDO PARA CONCURSO

Olá meus amigos, bom diaaaa!


Entretanto, ainda sim o estudo para concurso trará gastos, quer seja com viagens, xerox, um cursinho etc. 

Hoje vou dar dicas para quem está começando de como conseguir dinheiro para dar início aos estudos e se manter estudando de forma relativamente tranquila no aspecto econômico. 

Desde logo adianto que usei as principais dicas que vou lhes dar. Vamos lá? 

A primeira dica, FAÇA ESTÁGIO E GUARDE PARTE DA SUA BOLSA para depois de concluir o curso de direito e bancar seus estudos por um tempo. Eu fiz isso. Fui estagiário voluntário e ganhava R$ 300,00 (pagos diretamente pela promotora), disso guardava R$ 150,00. Após passei na prova de estágio do MPF e passei a ganhar R$ 900,00, guardava mais de R$ 500,00. 
Esse dinheiro me permitiu arcar com os custo da prova da AGU, por exemplo. Com esse dinheiro consegui fazer um simulado para a prova oral da AGU e pagar passagens e hotéis em todas as fases do concurso. 
A bolsa de estágio não é muito, mas já dá para fazer frente aos primeiros gastos. Economizem-na, portanto. 

A segunda dica, FAÇA CONCILIAÇÃO. Quando acabou meu estágio no MPF, passei a fazer conciliação para me manter. Ganhava cerca de R$ 500,00 e conseguia arcar com meus gastos, deixando a poupança que fiz durante o estágio intacta. 
Cada conciliação paga cerca de R$ 20,00 a R$ 30,00 reais. Não é muito, mas já ajuda a pagar os livros e apostilas (e EDITAL ESQUEMATIZADO). 

A terceira dica, ESTUDE PARA UM CARGO MEIO até paga angariar fundos para o ESTUDO PARA UM CARGO FIM. 
Semana passada, postei no instagram (@eduardorgoncalves) a quantidade de reprovações da amiga Samara, hoje procuradora da República. Samara reprovou para juiz, promotor, procurador, defensora várias vezes. Uma seguidora escreveu "quem me dera ter condições de fazer todas essas provas".
A Samara, então, respondeu da seguinte forma: 

Então, estudar para um cargo de técnico é um ótimo caminho para quem precisa começar e não pode se dar ao luxo de só estudar focando para ser juiz desde o começo. Ou seja, fazer a escadinha dos concursos é ótimo para quem não pode esperar 03, 04, 05 anos para ser juiz. 
Assim, se você não tem boas condições financeiras, sugiro que tente primeiro passar para técnico ou analista para, imediatamente na sequencia, começas os estudos para juiz/promotor. 
Vale aqui outra dica: comece estudando para uma carreira que não lhe exija atividade jurídica pós faculdade, pois se exigir você terá que esperar 03 anos desempregado. 

Esses cargos não são difíceis de conseguir e lhes remunerarão relativamente bem, permitindo que seja a escada para um concurso mais difícil. Aqui vale a mesma regra do cargo de técnico. 

A quinta dica, ADVOGUE, MAS APENAS O NECESSÁRIO PARA SUA MANUTENÇÃO
Outra forma de conseguir um dinheiro para estudar para concursos é advogando, mas recomendo que faça da advocacia apenas o meio para o seu cargo, caso a aprovação seja o seu foco. 
Cuidado para não gastar todo seu tempo advogando e não ter tempo para estudar. Assim, dedique no máximo 04/05h para a advocacia, deixando o restante para os estudos ao concurso.

Usei as três primeiras dicas, e acreditem meu dinheiro guardado acabou dois dias antes de eu receber meu primeiro subsídio como Advogado da União. Lembro até hoje que o dinheiro acabou no Habib`s em Campo Grande e dois dias depois recebi mais de 20mil reais da AGU. Foi assim, inacreditável, tipo: valeu tudo a pena

Certo amigos?

Espero que tenham gostado das dicas e que elas lhe sejam úteis. 

Eduardo, em 28/04/2019
No instagram @eduardorgoncalves





3 comentários:

  1. Infelizmente, nem todos conseguem conciliar essa vida de concurso (inscrição, materiais e viagens). Sou casado, tenho duas filhas e vivo com o valor da minha bolsa de estágio no Tribunal de Justiça, estudo para concurso mas não consigo ter dinheiro para realizar as viagens, mas, continuo estudando com afinco sei que um dia minha hora vai chegar. Forte abraço Eduardo!

    ResponderExcluir
  2. Excelente, Talvez, em poucos meses ñ estarei mais trabalhando e minha grande agonia foi não ter conseguido guardar pelo menos uns 30 mil para focar totalmente na preparação por uns dois anos, mas agora com ao menos metade dessa quantia sinto que é possível! Valeu

    ResponderExcluir
  3. Professor mas hoje os concursos de nível médio e para cargos de analísta estão muito concorridos, e estão chamando menos do que antigamente. Será que estudar para a carreira fim ainda não é uma saída? Eu terei meu cargo por 4 anos...eu to estudando pra area fim.

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES, @MEUESQUEMATIZADO E @MEUORGANIZADO. ALÉM DISSO, ENTREM NO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM.

NÃO DEIXE DE LER!