Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

# DÚVIDADECONCURSEIRO: OS 660 CARGOS DE PROCURADOR DA REPÚBLICA CRIADOS PELA LEI 12.931/2013 SERÃO PROVIDOS ATÉ 2020? HAVERÁ CONCURSO DE PROCURADOR DA REPÚBLICA TODO ANO ATÉ 2020?

Olá amigos, bom dia,

Como vocês sabem, foi publicada, ainda em 2013, a Lei 12.931/2013, que prevê a criação de muitos cargos no MPF, de forma escalonada, até o ano de 2020. 

Foram criados: 1- 660 cargos de Procuradores da República; 2- 15 cargos de Procurador Regional da República; 3- 12 cargos de Subprocurador Regional da República

Desse modo, chegou-se a cogitar a existência de vários concursos até o ano de 2020, divulgando-se, inclusive, calendário dos certames vindouros. 

A dúvida é, os calendários divulgados serão cumpridos? R- Não serão, de forma que inclusive o primeiro concurso previsto para após aquela lei (29CPR), já está atrasado, e sem a possibilidade de se proverem os cargos inicialmente prometidos. 

Teremos concurso até 2020? R= Não teremos. Atualmente o 29 CPR está em curso, com previsão de terminar apenas no final do ano e com poucas nomeações. 

Quais vagas serão repostas? R= ao que tudo indica serão repostas poucas vagas, especialmente aquelas que não gerem custos, além de outras vacâncias. Assim, esperamos apenas reposições, mas não aumento dos quadros. 


As 660 vagas serão providas? R= imaginamos que sim, mas sem data certa. Infelizmente, ao que tudo indica, não será até 2020.

Eduardo, de quanto em quanto tempo teremos concursos do MPF? R= Imagino que de 2 em 2 anos (quiça de 3 em 3). Tivemos o concurso de 2013, após tivemos o de 2015, agora estamos com o de 2016 que terminará em 2017. Portanto, é possível acreditarmos em novo concurso já no ano de 2018, caso haja poucos aprovados no 29 CPR (o que não se espera). 

Devo deixar de focar no MPF? R= Óbvio que não. É a melhor carreira jurídica do país, além de que o concurso é dificílimo. Logo, use o intervalo entre concursos para se preparar para o próximo. Lembre-se que é uma preparação entre-concursos que faz toda a diferença. Quem se prepara em entre um e outro concurso tem grandes chances de passar. Quem desanima no entre-concursos, pensando que o próximo vai demorar, diminui suas chances.

Além disso, o MPF cobra uma miríades de matérias, de forma que use esse tempo para aprofundar nos estudos nas matérias em que você não tem uma boa base (Ex: direitos humanos, direito internacional, metodologia jurídica, direito eleitoral, direito penal etc). 

OBS- Melhor carreira jurídica do país para mim no sentido de que é a que me sinto vocacionado a tanto. Temos excelentes carreiras, cabendo a você escolher a que se julga mais vocacionado. Essa é a melhor carreira do país, ou seja, aquela que atende a sua vocação e suas aptidões pessoais.

Mas Eduardo, devo fazer também outras provas no período? R= Sim, com toda a certeza, mas não desvie do seu foco. Se quer MPF, foco no MPF. Há muitos Procuradores da República que estavam preparados tão somente para o MPF, e que nunca passaram em outros concursos. Sabe o motivo? O concurso do MPF é específico, quem foca nele passa. São pessoas preparadíssimas, mas que estudaram só para o MPF, logo passaram com louvores. 
Temos dois concurseiros, o que está preparado para quase todos os concursos, logo passa em todas as primeiras fases pelo menos. E aquele que estuda só para o MPF, logo passa só no MPF. Prefira ser esse último, que a aprovação será mais rápida. 

Eeee Eduardo, e se eu quero fazer outra provas? R= Prepara-se para as matérias comuns, deixando as específicas para a fase final de sua preparação. Se quer MPE, faça primeiro as matérias comuns a ambos os editais, por exemplo. Terminando as matérias comuns, introduza as específicas do MPF.

Eduardo, quais os concursos mais próximos ao do MPF? R= O concurso mais próximo ao MPF é o do MPE. Após Magis Federal, DPU e AGU, ok? 

Enfim, amigos. Agora é a hora de formar a base para o 30 concurso. 

Não desistam. A Procuradoria da República espera por vocês! 


Eduardo, em 12/02/2017

5 comentários:

  1. Muito Obrigado pelas informacoes Edu.

    Apenas não ficou muito claro para mim, na sua segunda pergunta voce responde que nao havera concursos ate 2020, e na quinta pergunta voce responde que é possivel termos novo concurso ainda em 2018. Como seria na verdade?


    Obrigado, grande abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado, não sou Edu mas respondendo sua pergunta: Tinha um calendário, elaborado pela PGR, que previa concursos anuais até 2020.
      Acontece que esse calendário não vem sendo cumprido. Assim, entendo que Edu na questão 4 se refere a isso.
      Dessa forma, não haverá concurso anualmente até 2020 e, também, não tem perspectiva de preenchimento de todos os novos cargos criados pela mencionada lei.
      Lado outro, ainda haverá concursos. Contudo, como ele responde na pergunta 3: "reposições, mas não aumento dos quadros".

      Att.

      Excluir
  2. Edu, muito obrigada pela postagem! Foi divina!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Edu.
    Antes de tudo, parabéns pelo blog, é fantástico!
    Conheci ele hj e tô fascinado com o conteúdo! Não via algo tão massa desde o Dizer o Direito!
    Minha dúvida: é aconselhável a um aluno que nunca foi esforçado durante a vida escolar e universitária, com desempenho abaixo da média, em fracas instituições de ensino, estude para carreiras jurídicas de ponta (promotor/PR/juiz) sem nunca ter ocupado um cargo jurídico antes? 15 peças jurídicas em 3 anos parece simbólico perto da segurança q se espera de um ocupante de cargos relevantes como esses.
    Mais uma vez, parabéns pelo blog.
    Grato!

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!