Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

ESTUDO EM CICLOS! COMO ORGANIZAR SEU ESTUDO.


Na minha última postagem, mostrei a vocês a montagem de um quadro de horários, uma programação semanal, certo? Pois bem, quero apresentar a vocês uma outra forma de organização que aprendi há um tempo com a minha assessora/amiga/concurseira que é o estudo  “por ciclos”!
Quem segue um planejamento semanal sabe o peso na consciência que dá quando não conseguimos cumpri-lo. Estou mentindo???
É tanta correria, tantos imprevistos que, às vezes, não conseguimos estudar o “Direito Constitucional” que estava programado para segunda-feira. E o pior, não podemos compensar, “jogando” essa disciplina para terça-feira, porque a terça-feira é dia de Direito Penal.
“- Mas, Gustavo, segunda-feira é o único dia que eu programei para estudar Constitucional. E agora? Só semana que vem??” E-X-A-T-A-M-E-N-T-E!! Isso se a sua mãe não pedir para você levá-la ao supermercado na segunda-feira.  Percebeu a desvantagem?!
Pois bem, para essas pessoas “v1d4 l0k4” – como a minha assessora – existe o “ciclo de estudos”, o qual se adapta à sua rotina diária, e não o contrário como ocorre com o uso dos quadros de horário.

Primeiro, veja quais disciplinas você terá que estudar para o seu concurso, essas irão compor o seu ciclo e deverão ser estudadas, obrigatoriamente, na ordem em que aparecerem nele, independentemente do dia e da hora em que está estudando.
Após, estipule um total de horas para que se forme um “ciclo”, o qual você irá “rodar”. Pode ser 10, 15, 20, 24, 30h...isso é com você! Só não estipule uma duração muito grande, porque aí dificilmente você conseguirá “rodar o ciclo” em poucos dias.
Escolhidas as disciplinas, divida em quantas horas acha que tem que estudar cada uma dentro daquele total que você estipulou. Nesta fase é importante que você tenha noção da complexidade da disciplina, do seu nível de conhecimento, sua dificuldade, importância frente ao edital, enfim...
“-Gustavo, não entendi nada!” Calma, pode parecer complicado, mas não é! Vamos exemplificar...
1º - Definir o total de horas “do ciclo. 24 horas, por exemplo.
2º – Definir as disciplinas: Constitucional, Administrativo, Civil,Penal e Processo Civil, por exemplo.
3º - Definir uma quantidade de horas para cada disciplina e a ordem a ser seguida. Lembrando que não pode ultrapassar as 24 horas totais do “ciclo”.

DISCIPLINA HORAS
Constitucional 02h30min
Civil 01h30min
Processo Civil 02h
Constitucional 02h30min
Administrativo 01h30min
Processo Civil 02h
Constitucional 02h30min
Civil 01h30min
Processo Civil 02h
Constitucional 02h30min
Administrativo 01h30min
Penal 02h
TOTAL 24 horas

A tabela acima é a mesma coisa que isso:


Suponhamos que você começou hoje seu novo ciclo, então, olhando para o ciclo, você começará com Constitucional, a primeira disciplina, e estudará por 02h30min. Terminou? Passe para a próxima. Quando você terminar Penal, terá estudado as 24h do ciclo e terá dado uma “rodada” nele, uma volta completa. Daí começa tudo de novo.
- “Espera, Gustavo. 24 horas por dia? Tá louco?!”  Nããããoo! 24 horas é o total de horas do ciclo. O ritmo diário é com você. O ciclo dita a ordem e a duração do estudo de cada disciplina, mas o ritmo quem dita é você!!
Vamos imaginar: na segunda-feira, você tem 05h líquidas para estudar. Seguindo o ciclo, neste dia, você estudará Constitucional, Civil e 01h de Processo Civil, certo?! Na terça-feira, vamos supor que o seu dia foi corrido, mas, quando você “conseguiu um tempo”, aproveitou e foi estudar. Obedecendo a duração do ciclo, você continua de onde parou - termina Processo Civil – e consegue estudar 01h30min de Constitucional. E por aí vai...Repito: O ritmo quem dita é você, o ciclo dita a ordem e a duração do estudo!
Se você vai levar 2, 3, 5 ou 7 dias para completar o ciclo, isso é problema seu! Só você sabe da sua rotina, das suas horas disponíveis! Obviamente, o intuito é “rodar o ciclo” no menor tempo possível.
O ciclo determina a disciplina a ser estudada, você determina se vai estudar teoria, ler seus resumos ou fazer exercícios.
Você pode refazer o seu ciclo. Enquanto ele não abarcar todas as disciplinas do seu concurso, vá acrescentando aos poucos, alterando a duração e outros detalhes. A vantagem do ciclo é de ser mais flexível. O importante, quando fizer o novo ciclo, é seguir a ordem ali estabelecida, para sempre estar em contato com várias disciplinas toda semana.
Outra dica, evite abandonar qualquer disciplina, por mais que você já a domine. Separe, dentro do ciclo, nem que seja meia hora para revisá-la.
É importante registrar que cada um deve ter o seu próprio método de estudos, afinal “aquilo que funciona para mim, pode não funcionar para você”. O intuito das postagens é mostrar os diferentes métodos, com a intenção de que você experimente e verifique se funcionou, ou não, para você! Tente usar o “ciclo” por algumas semanas. Caso não se adapte, volte ao seu ao método anterior, seja qual for.

Gus @holandadias, em 28/05/2017



3 comentários:

  1. É o estudo em ciclos q vou tentar para retomar meus estudos, justamente por ele ser mais flexível. Ótima postagem.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. Obrigado por Compartilhar!

    ResponderExcluir
  3. retornando aos estudos, obrigada pela postagem.

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!