Quem passa diariamente por aqui, PASSA!

SIGAM NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO PARA DICAS, SORTEIOS, LIVES, NOTÍCIAS E MUITO MAIS

CONCURSO DO MPMS E “SORTEIO” DE UM EDITAL ESQUEMATIZADO

Olá, pessoal!

Me chamo Júlio Miranda e, a partir de hoje, passo a ser um dos editores aqui do site. Trataremos sempre e invariavelmente do tema MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL.

Sou servidor do TJPR desde os 20 anos de idade e, atualmente, estou cedido ao STF. Nos últimos anos, dediquei-me bastante aos concursos de MPE, sendo aprovado nos certames do MPAM (2015/2016) e do MPMG (2017), além de estar na fase oral do MPRO (2017/2018). Espero poder compartilhar com vocês toda minha experiência e, assim, ajudá-los neste árduo caminho rumo à aprovação.

Aos poucos vou me apresentando melhor para vocês. Afinal, temos um assunto muito importante para tratarmos hoje: o concurso do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS).

Como vocês devem saber, a prova objetiva do MPMS está prevista para o dia 22/04/2018 e as inscrições se encerram às 18h do dia 16/02/2018.

Um ponto em especial tem causado alvoroço em meio aos candidatos: afinal, quantos serão aprovados para a segunda fase? Muita gente tem dito que serão apenas 60 pessoas (seis vezes o número de cargos ofertados - 10), mas isso não está correto.

Na verdade, o Regulamento do Concurso, em seu artigo 18, dispõe que “Na prova preambular, serão considerados classificados os candidatos que obtiverem aproveitamento igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) das questões formuladas, em número correspondente a 6 (seis) vezes o número de cargos de Promotor de Justiça Substituto, ultrapassando-se tal limite apenas para inclusão de candidatos empatados em último lugar da classificação.”. Como se vê, a cláusula de barreira estabelecida é de 6 (seis) vezes o número de cargos de Promotor de Justiça Substituto e não do número de cargos ofertados no Edital.

No MPMS, conforme consta do Portal da Transparência, existem 25 (vinte e cinco) cargos de Promotor de Justiça Substituto. Logo, passarão à segunda fase, pelo menos, 150 (cento e cinquenta) candidatos, desde que tenham, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) de aproveitamento na prova preambular. Além dos 150, seguem no certame aqueles que estiverem empatados em último lugar da classificação.

Essa previsão é idêntica ao último certame, ocorrido em 2015, oportunidade em que passaram mais de 150 concorrentes para a fase discursiva. Logo, não deixem de fazer essa prova por este boato que tem se difundido por aí!

Aliás, interrompam a leitura desta postagem e já façam a inscrição. Afinal, todo mundo tem um amigo que já perdeu o prazo para se inscrever em um concurso que desejava. A dica que dou é a seguinte: não sejam esse amigo (rs).

Resolvida a questão da inscrição, vamos falar da prova. Em relação ao último concurso, foram poucas as alterações para a primeira fase. Vejam na tabela abaixo:


MPMS 2015
MPMS 2018

Quantidade de Questões
Quantidade de Questões
Constitucional
14
12
Penal
14
14
Processo Penal
14
14
Civil
10
10
Processo Civil
12
12
Difusos
16
16
Administrativo
8
8
Eleitoral
3
3
Institucional do MP
3
3
Língua Portuguesa
6
5
Direitos Humanos
0
3

Como se nota, o MPMS seguiu a tendência dos concursos de MPE e passou a tratar a disciplina de Direitos Humanos de forma autônoma, o que reforça a importância de que a referida matéria passe a compor, obrigatoriamente, a rotina de estudos dos aspirantes ao cargo de Promotor de Justiça.

No mais, manteve-se a cobrança de questões relativas a Língua Portuguesa, o que destoa dos demais certames. No entanto, se mantido o nível das últimas provas, não se trata de nada abusivo quanto ao conteúdo. A tendência tem sido a cobrança de interpretação de texto, pontuação, crase, ortografia, regência e concordância.

A nota de corte do último concurso ficou em 71 pontos, o que revela o nível de dificuldade da prova.

Com base na última prova (2015), podemos classificar a prova da seguinte maneira:

Matéria
Nível/Dificuldade
Lei
Dout.
Juris.
“Mix”
Constitucional
Médio
6
8
0
0
Penal
Difícil
7
2
2
3
Processo Penal
Médio
9
1
2
2
Civil
Médio
4
2
1
3
Processo Civil
Médio
8
1
2
1
Difusos
Médio
9
2
1
4
Administrativo
Médio
6
2
0
0
Eleitoral
Médio
2
0
0
1
Instit. do MP
Médio
3
0
0
0

Como se vê, a cobrança de conteúdo doutrinário foi concentrada em Constitucional. Em algumas matérias, houve a cobrança de conhecimento acerca da jurisprudência e, em todas elas, o “segredo” para a aprovação residiu no domínio da legislação. Portanto, é imprescindível que a preparação de reta final privilegie o estudo de lei “seca”. Aliás, esta é a regra básica para todas as primeiras fases de MPE.

Conforme já dito acima, o edital oferece 10 (dez) vagas iniciais. No entanto, atualmente já existem 34 (trinta e quatro) cargos vagos na carreira do MP-MS. No último certame, por exemplo, foram oferecidas 12 (doze) vagas, sendo 13 (treze) o número de aprovados definitivamente, todos nomeados em agosto de 2017.

Em quantidade de membros, o MPMS é o 17º maior do Brasil. Considerando os membros de primeiro grau em atividade, estima-se que há um Promotor para cada 14.665 habitantes no estado. O subsídio atual de Promotor Substituto é de R$ 23.512,65, com descontos de R$ 2.586,39 referentes à Previdência e de R$ 4.885,36 de IRPF, restando a quantia líquida mensal de R$ 16.040,90, além das indenizações.

Em linhas gerais, eram essas as considerações que gostaria de trazer para vocês quanto à prova.

Mas minha primeira participação aqui no blog não vai passar em branco.

Como o Eduardo já anunciou, lançamos, em coautoria, um Edital Esquematizado de Reta Final específico para o concurso do MPMS. Então, proponho um desafio.

Respondam nos comentários uma pergunta bastante comum em provas orais: “POR QUE VOCÊ QUER SER PROMOTOR(A) DE JUSTIÇA, DOUTOR(A)?”.

A resposta deve ser sucinta e completa, assim como responderão na prova oral do MPMS (ou em outra futura). Esse exercício é bastante interessante, pois estimula a reflexão quanto aos nossos anseios e, ao mesmo tempo, serve de motivação para prosseguirmos na preparação.

O vencedor será escolhido, por mim, dentre aqueles que responderem até o dia 29/01/2018, às 23h59min. Em caso de resposta idêntica, valerá a primeira delas. O prêmio será um Edital Esquematizado de Reta Final do MPMS, que também é adaptável para o estudo regular. Caso o ganhador prefira, poderá optar pelo Edital Esquematizado de Ministério Público (MPE-Geral). Não esqueçam de deixar o e-mail para o envio do Edital.

Um grande abraço.


Júlio Miranda, em 28/01/2018.

No IG @juliocomiranda

36 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Quero ser promotor de justiça pois, em minha visão, está é uma das carreiras mais nobres que o Estado possui. O MP é ativo e tem o condão de se impôr frente às circunstâncias de perpetuação da desigualdade para, após detido trabalho, modifica-las. Quero ser promotor, afinal, pois assim poderei contribuir efetivamente para mudança de parte do cenário com o qual diariamente nos deparamos. Este é o meu singelo motivo, Excelência.

    ResponderExcluir
  3. É um sonho que carrego desde o início das minhas carreiras profissional e estudantil. Ingressei no quadro de servidores do MPPR na mesma época em que iniciei a faculdade e me apaixonei pelo papel social desempenhado pela instituição. É muito gratificante ver o quanto se pode transformar para melhor a vida das pessoas, seja numa simples orientação durante o atendimento ao público, seja na propositura de uma ação para pleitear um medicamento não fornecido pelo SUS, seja no respaldo jurídico para as vítimas ou familiares das vítimas de um crime, seja até mesmo na ajuda para condenados durante o curso da execução penal.

    ResponderExcluir
  4. Serei promotora de justiça para ocupar uma posição nobre e única na sociedade, gozar da oportunidade de fazer a diferença!
    Não é simplesmente o sonho de ocupar um cargo, é empenhar-se para que as mudanças continuem acontecendo, sendo eu conhecedora de suas habilidades, competências e valores!
    E-mail: morgi_dantas@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Excelência, eu quero ser Promotor de Justiça para poder fazer valer as funções institucionais do Ministério Público trazidas pela Constituição Federal, propondo na prática a defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis, sendo propondo Ações Civis Públicas em demandas varias, sendo na atuação criminal contra a prática de infrações penais diversas.
    Situação esta que me trará satisfação pessoal e profissional almejada, que traço a algum tempo, isto tanto pelas prerrogativas da própria instituição quanto das oferecidas aos seus membros. E, pelo trabalho do dia a dia na defesa da ordem jurídica e do regime democrático, tentando trazer a igualdade formal (o que esta na lei) mais próxima da igualdade material (realidade vivenciada pelo cidadão).

    Aspirante a Promotor de Justiça
    Victon Hein Souza

    victon_souza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Excelência, eu quero ser Promotor de Justiça para poder fazer valer as funções institucionais do Ministério Público trazidas pela Constituição Federal, propondo na prática a defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis, sendo propondo Ações Civis Públicas em demandas varias, sendo na atuação criminal contra a prática de infrações penais diversas.
    Situação esta que me trará satisfação pessoal e profissional almejada, que traço a algum tempo, isto tanto pelas prerrogativas da própria instituição quanto das oferecidas aos seus membros. E, pelo trabalho do dia a dia na defesa da ordem jurídica e do regime democrático, tentando trazer a igualdade formal (o que esta na lei) mais próxima da igualdade material (realidade vivenciada pelo cidadão).

    Aspirante a Promotor de Justiça
    Victon Hein Souza

    victon_souza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Eu quero ser promotora porque sonho com isso desde criança, mesmo não sabendo, na época, do que realmente se tratava. Lutar na persecução de bens tão caros à coletividade é uma razão de viver, é o que não me deixa desistir nos dias mais difíceis. Em suma, eu quero ser promotora para fazer a diferença, principalmente nos lugares mais carentes!

    ResponderExcluir
  8. Para assegurar as devidas proteções às coletividades,em uma amplitude que a demais carreiras jamais me proporcionarão.

    Fjunior.jus@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Excelência quero ser promotor de justiças, pois quero transformar vidas e fazer a diferença na sociedade como representante do importantíssimo órgão ministerial.


    Jeovaniatahide@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Eu quero ser Promotora de Justiça para contribuir juridicamente para a sociedade, exercer as atribuições constitucionais em prol da sociedade que esta cada dia mais desacreditada na competência das instituições públicas.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Pela característica proativa, em prol do bem comum coletivo, em ser um formador de opinião que poderá agregar facilidades na vida cotidiana dos cidadãos nos Tribunais ou nos TACs. E, ainda mais, pela independência que possui para conduzir casos, tomar apontamentos, etc. Sendo, contudo, defensor da sociedade e fiscal da lei (em direitos e obrigações), participando ativamente da vida da comunidade.

    ResponderExcluir
  13. Excelência, eu quero ser promotor de justiça para poder zelar pelos anceios da sociedade, podendo contribuir efetivamente com a justiça, buscando sempre combater a corrupção que, cada vez mais, está presente no cenário nacional. Ademais, ressalto a grande importância do ofício do Ministério Público na concretização dos direitos fundamentais da pessoa humana. Esses, dentre outros, são alguns dos motivos pelos quais optei pela carreira de promotor de justiça. e-mail: rogerio.luizconcurseiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Excelência, eu quero ser promotor de justiça para poder zelar pelos anceios da sociedade, podendo contribuir efetivamente com a justiça, buscando sempre combater a corrupção que, cada vez mais, está presente no cenário nacional. Ademais, ressalto a grande importância do ofício do Ministério Público na concretização dos direitos fundamentais da pessoa humana. Esses, dentre outros, são alguns dos motivos pelos quais optei pela carreira de promotor de justiça. e-mail: rogerio.luizconcurseiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  15. Eu quero ser Promotora para dar minha contribuição à sociedade e alterar o cenário que nos assola, fazendo crer novamente em instituições democráticas fortalecidas. Quero ser essencial a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. Quero ser orgulho dos me apóiam e incentivam e me fazem acreditar ter motivos para continuar nessa luta árdua de conquistar os sonhos.

    ResponderExcluir
  16. Excelência, o meu desejo em ser Promotor de Justiça vem exatamente da acepção da palavra "Promotor".
    Eu quero fazer parte dessa respeitável instituição para promover a concretização da justiça, para robustecer os anseios da sociedade, e também para revigorizar a responsabilidade e a credibilidade das instituições públicas. O Ministério Público é um órgão que destoa de qualquer outro no mundo e no Brasil, e fazer parte dessa belíssima instituição não me traria só satisfação pessoal, mas sobretudo uma grande alegria por poder restituir toda confiança social depositada na instituição através do exercício responsável das atribuições inerentes ao cargo.


    E-mail: matheustosta25@gmail.com

    ResponderExcluir
  17. Eu quero ser uma Promotora para servir à sociedade. Dentre as escolhas que temos na vida, acredito que servir seja uma das mais importante. Ministério é sinônimo de missão, uma missão para servir, transformar e proteger sempre que for preciso.

    E-mail: jamilyslima@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. Sempre busquei pautar minha vida com respeito, baseado no que é justo para cada um que está a minha volta. Vejo que um dos grandes pilares do Ministério Público é justamente garantir que cada um tenha o que lhe é de direito. Se houve a violação de uma norma penal, será responsabilizado criminalmente, na medida de sua culpa. Se no desempenho de suas funções não respeitou os princípios que regem a administração pública, da mesma forma será responsabilizado. Pessoas hipossuficientes (criança, adolescentes, idosos, enfermos) tiveram seus direitos indisponíveis violados? Serão procurados meios de resguardá-los.
    Pode até parecer uma utopia, mas creio que este seja um dos grandes objetivos dessa instituição, afinal um de seus papéis no nosso ordenamento é o de fiscal da ordem jurídica.
    Assim, cabe ao titular desse cargo verificar as incongruências existentes no âmbito da localidade em que atua e buscar meios de melhorar tal realidade. A ele não é dado permanecer inerte mas, ao contrário disso, usar os mecanismos que possui à sua disposição para executar as medidas cabíveis e necessárias para o caso.
    Tomando por base isso, creio que essa carreira é a que mais se adequa aos serviços que objetivo prestar na sociedade, sem desconsiderar, claro, a importância que o cargo proporciona como agente de transformação social.
    Por fim, também não posso deixar de citar a estabilidade profissional e financeira que a carreira proporciona.
    Eis as razões pelas quais almejo o cargo de promotora de Justiça.

    Email: neyssasaccoman@hotmail.com

    ResponderExcluir
  19. Sempre busquei pautar minha vida com respeito, baseado no que é justo para cada um que está a minha volta. Vejo que um dos grandes pilares do Ministério Público é justamente garantir que cada um tenha o que lhe é de direito. Se houve a violação de uma norma penal, será responsabilizado criminalmente, na medida de sua culpa. Se no desempenho de suas funções não respeitou os princípios que regem a administração pública, da mesma forma será responsabilizado. Pessoas hipossuficientes (criança, adolescentes, idosos, enfermos) tiveram seus direitos indisponíveis violados? Serão procurados meios de resguardá-los.
    Pode até parecer uma utopia, mas creio que este seja um dos grandes objetivos dessa instituição, afinal um de seus papéis no nosso ordenamento é o de fiscal da ordem jurídica.
    Assim, cabe ao titular desse cargo verificar as incongruências existentes no âmbito da localidade em que atua e buscar meios de melhorar tal realidade. A ele não é dado permanecer inerte mas, ao contrário disso, usar os mecanismos que possui à sua disposição para executar as medidas cabíveis e necessárias para o caso.
    Tomando por base isso, creio que essa carreira é a que mais se adequa aos serviços que objetivo prestar na sociedade, sem desconsiderar, claro, a importância que o cargo proporciona como agente de transformação social.
    Por fim, também não posso deixar de citar a estabilidade profissional e financeira que a carreira proporciona.
    Eis as razões pelas quais almejo o cargo de promotora de Justiça.

    Email: neyssasaccoman@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. Excelência, eu almejo ser Promotora de Justiça para servir a sociedade em primeiro lugar. Uma sociedade tão carente de direitos que podem e devem ser alcançados. Com muito amor e trabalho, pretendo alcançar resultados cada vez mais positivos e democráticos em uma instituição respeitada pelo seu papel na sociedade e pelos seus membros que ali servem.

    Email: kellyriber@gmail.com

    ResponderExcluir
  21. Excelência, eu serei promotora porque tenho capacidade de contribuir para as conquistas diárias e necessárias, inerentes a um Estado Democrático de Direito, devendo, portanto efetivar direitos e deveres aos cidadãos, independentemente de qual classe social pertencerem.
    Como também, Excelência, acredito que ninguém se torna promotor de repente, a vida e todas suas circunstâncias preparam a pessoa para cumprir o mais brilhante papel social, a de defesa da ordem jurídica, em todas suas formas, sejam elas formais, informais, céleres, protelatórias, cuja finalidade é única, a de exercer as atribuições da instituição mais importante descrita na Carta Magna, sob a ótica da execução justa, solidária e justa do ordenamento jurídico brasileiro. Por fim, compreendo a grande e maravilhosa responsabilidade que o cargo possui, e me vestindo deste, serei igualmente responsável em prol da República Federativa do Brasil.

    e-mail: annapsp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Professor Júlio Miranda, muito bom vê-lo por aqui!! O site do Eduardo acaba de se consolidar na seara de concurso para o MPE.. Estava faltando esse foco específico! Meus parabéns e seja bem vindo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querida Gisleia. Uma das primeiras alunas do nosso Diagnóstico Esquematizado. Bons estudos!
      Júlio.

      Excluir
    2. Obrigada professor. Aproveito para agradecer pelo Diagnóstico Esquematizado. Apesar de todo o meu empenho, dedicação e vontade de estudar, eu estava "nadando sem rumo em um mar revolto". O Diagnóstico "Personalizado" veio para colocar meus pés no chão e iluminar o caminho que melhor combina comigo. Um diferencial nessa minha trajetória! Que Deus seja com vocês!!

      Excluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. No decorrer da minha ainda curta jornada dentre as carreiras jurídicas, em que pese a importância de cada uma delas, foi junto ao Ministério Público que mais me identifiquei; é, ou deveria ser, a instituição que recepciona o povo e garante a esses o cumprimento de seus interesses coletivos, sociais e indisponíveis frente a qualquer vertente estatal. É onde, na minha opinião, os melhores mecanismos juridicamente disponíveis podem ser aplicados para efetivar o que se entende por ‘justiça’ em qualquer âmbito social, indistintamente. Em resumo, é onde acredito poder fazer realmente a diferença na sociedade.
    e-mail: samarabroggio@hotmail.com

    ResponderExcluir
  25. Excelência!, pretendo o ministério público, na função de agente político de Promotor de Justiça, já de início porque a seleção de seus membros se dá em valorização à meritocracia. Por sua vez, esse valor mérito, penso e defendo, deve ser um dos principais valores ideais para se viver numa sociedade livre e justa. O Promotor de Justiça, inspirado pelos valores institucionais, tem essa missão, a oportunidade de promover, dentre outros igualmente importantes, esse ideal. Essa é a principal razão da minha escolha. Email: brandaogm@gmail.com

    ResponderExcluir
  26. Ser Promotora de Justiça,
    Um sonho, uma escolha, uma direção
    Sonho de juventude, dada inicialmente à afinidade com as matérias relacionadas e, após,com a prática, exercida durante os estágios na instituição.
    Escolha, porque não só de sonho se constrói uma carreira. Deve-se ter atitude e defini-la, então. E se tem algo que eu almejo é o exercício diário da função. É me responsabilizar pela manutenção da ordem jurídica; é fiscalizar o Poder Público e seus agentes, em defesa ao regime democrático; é lutar pelos interesses sociais e individuais indisponíveis, assegurados nacional e internacionalmente, de forma a garantir aquilo que a pessoa humana tem de mais caro, a sua dignidade.
    Direção, porque não basta o sonho e nem a escolha se não se focar no caminho a ser percorrido até alcançar a aprovação. Um caminho árduo e de prazo indeterminado, pois não se sabe quanto tempo ele irá durar. Mas um caminho, ao mesmo tempo, valoroso, e que nos presenteia com pessoas especiais que dedicam o seu precioso tempo para ajudar o próximo a alcançar aquilo que eles já alcançaram. Um caminho que, sem dúvidas, vale a pena, pois indubitavelmente nos direciona ao alvo.
    A razão pela qual eu desejo ser Promotora de Justiça, então,
    É muito mais que um sonho, é a certeza de uma nobre escolha, é uma recompensadora direção.

    ResponderExcluir
  27. Excelência, eu ingressei na faculdade de direito por almejar realizar a justiça. Não possuía conhecimento ao certo sobre o papel desempenhado pelo Ministério Público. No entanto, iniciei meu estágio no Ministério Público do Estado de Goiás. Nesse momento pude perceber o nobre papel desempenhado pela instituição, a qual não se resume na seara criminal, tal como a maioria da população imagina. Durante o estágio tive o contato com a atuação na seara cível, criminal e na defesa do patrimônio público. Percebi, então, que o Ministério Público é a instituição vocacionada à promoção da justiça, a defesa do regime democrático, dos direitos difusos e individuais indisponíveis. A atuação extrajudicial me encantou, o ajuizamento de denúncias, alegações finais, ações civis públicas, em tudo pude constatar que o meu desejo de contribuir pela realização da justiça somente se concretizará quando eu for Promotora de Justiça. A postura proativa de combate à corrupção, ao descaso das autoridades públicas com os direitos sociais e individuais indisponíveis e lutar contra a criminalidade, corre em minhas veias. Desde então, tenho estudo com afinco e desejo ingressar nessa instituição do Estado do Mato Grosso do Sul e poder contribuir para a mudança social nesse Estado.

    Email: barros_741@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. Excelência, eu ingressei na faculdade de direito por almejar realizar a justiça. Não possuía conhecimento ao certo sobre o papel desempenhado pelo Ministério Público. No entanto, iniciei meu estágio no Ministério Público do Estado de Goiás. Nesse momento pude perceber o nobre papel desempenhado pela instituição, a qual não se resume na seara criminal, tal como a maioria da população imagina. Durante o estágio tive o contato com a atuação na seara cível, criminal e na defesa do patrimônio público. Percebi, então, que o Ministério Público é a instituição vocacionada à promoção da justiça, a defesa do regime democrático, dos direitos difusos e individuais indisponíveis. A atuação extrajudicial me encantou, o ajuizamento de denúncias, alegações finais, ações civis públicas, em tudo pude constatar que o meu desejo de contribuir pela realização da justiça somente se concretizará quando eu for Promotora de Justiça. A postura proativa de combate à corrupção, ao descaso das autoridades públicas com os direitos sociais e individuais indisponíveis e lutar contra a criminalidade, corre em minhas veias. Desde então, tenho estudo com afinco e desejo ingressar nessa instituição do Estado do Mato Grosso do Sul e poder contribuir para a mudança social nesse Estado.


    Email: barros_741@hotmail.com

    ResponderExcluir
  29. "Advogado sem emoção, juiz sem razão" foi o que Piero Calamandrei disse sobre o que é ser Promotor de Justiça. Sublime definição que empolga meus sonhos até hoje.

    alvaro.laerte@gmail.com

    ResponderExcluir
  30. Apaixonei-me pelo MP quando fui estagiária. Lembro-me de como os promotores eram apaixonados pelo ofício, aquela vontade de ver o culpado pagar pelos crimes, ou um simples "obrigado doutor, agora posso dormir tranquilo sabendo que o assassino do meu filho está preso" quando da saída de um Júri.
    Essa paixão pela profissão, que na verdade não só pela profissão mas, amor, casamento eterno com a Instituição MP faz com que cada pessoa que de algum modo esteja dentro do MP, como membro, servidor ou estagiário, se contagie pela vontade de fazer justiça, de contribuir para que a sociedade seja mais justa, mais igual em todas as formas.É servir o público.
    Ademais percebi nas aulas de cursinhos preparatórios que os professores que eram membros do MP quando falavam da Instituição, os olhos marejavam de orgulho, de peito estufado... ah! como conhecia esse olhar!!! è um olhar diferente que não se encontra em outras carreiras... é emocionante!
    Não é só a função do MP que me fascina mas a própria instituição em si,que muitas vezes defende com unhas e dentes seus membros e a própria sociedade.
    Não conheci até hoje nenhuma pessoa que foi estágiario e que não queria ser (ou é) promotor de justiça, justamente pq o ambiente é contagiante e você acaba querendo se tornar um!!

    E-mail: futurampestadual@gmail.com

    ResponderExcluir
  31. Excelências, quero ser Promotor de Justiça em razão da alta relevância do Ministério Público na construção de uma sociedade mais justa, livre e solidária. Ressalto que a Lei Orgânica do Ministério Público prevê que incumbe aos Promotores de Justiça atender a qualquer do povo e tomar as providências cabíveis. Portanto, atua-se em prol de cada membro da sociedade, tendo em vista a solução conflitos jurídicos. Por isso também o Ministério Público é instrumento de democracia: promove consensos e reduz conflitos no contexto da complexa sociedade brasileira. Logo, o Promotor de Justiça intervém para obrigar os Poderes Públicos ou agentes particulares a corrigirem procedimentos/condutas com a força dos argumentos jurídicos advindos da Constituição e das leis, em âmbito judicial ou extra, imbuído da legitimidade que lhe foi conferida pelo poder popular inscrito na própria Constituição. Assim, o Ministério Público, por seus membros, mostra-se forte e corajoso, a altura da missão de ser o fiscal da ordem jurídica e o fomentador dos direitos humanos em cada processo judicial, procedimento administrativo ou atendimento ao público que realizar.

    ResponderExcluir
  32. Atualmente, sou estagiário do MP/RO, designado para a Promotoria com competência para atuar junto à Vara de Delitos de Tóxicos e sou grato ao MP por me transformar a minha visão jurídica e do mundo, o que fez com que eu quisesse fazer parte disso.

    Assim, diariamente, é incrivelmente gratificante verificar o resultado do trabalho exercido no órgão ministerial e o empenho dos servidores ao servirem a sociedade. Nessa linha, tem-se a maior prerrogativa em ser Promotor de Justiça: a possibilidade de se fazer o bem a coletividade, lutar pela sociedade, defender seus interesses e protege-la, principalmente aos que mais necessitam. Outrossim, também chama a atenção as condutas ilibadas dos membros do Parquet, tão importante em dias atuais onde se discute o combate a corrupção.

    Destarte, em razão da defesa e da proteção exercida pelo MP perante a sociedade e aos hipossuficientes, seu poder modificativo e o caráter dos servidores e membros que compõem o mencionada órgão são os motivos que levam a ansiar ser Promotor de Justiça.

    Email: henrysandres@gmail.com

    ResponderExcluir
  33. Simplesmente para fazer jus a algo tão evidente e muitas vezes desprezado: promover a justiça! Servir por vocação!

    email: diogososil83@gmail.com

    ResponderExcluir

Sua interação é fundamental para nós!

GOSTOU DO SITE? ENTÃO NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR NO INSTAGRAM @EDUARDORGONCALVES e @MEUESQUEMATIZADO